back to top
27.7 C
Vitória
terça-feira, 21 maio 2024

Cresce apoio do governo a Brito para a presidência da Câmara

preferência_governo_antônio_brito_presidência_câmara
Brito foi o único entre os favoritos para o cargo que votou para manter Brazão encarcerado - Foto por: Zeca Ribeiro - Câmara dos Deputados

A preferência do governo pelo nome de Antônio Brito aumentou após apoio do deputado à prisão de Chiquinho Brazão

A votação na Câmara dos Deputados que referendou a prisão do deputado federal Chiquinho Brazão (sem partido-RJ) aumentou a preferência do governo a Antônio Brito (PSD-BA) na disputa pela presidência da Câmara em 2025. Diferente dos outros dois favoritos que competem pelo cargo, Brito foi o único que votou para manter Brazão encarcerado.

Elmar Nascimento (União-BA), um dos favoritos do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), entrou em campanha pela soltura do parlamentar e acabou derrotado. Marcos Pereira (Republicanos-SP) optou pela ausência. Isnaldo Bulhões Jr. (MDB-AL), que corre por fora, acompanhou a escolha de Brito.

A decisão da Casa foi acompanhada de perto por ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva e pelo ex-presidente Jair Bolsonaro.

Lula ligou para o líder do governo na Câmara, José Guimarães (PT-CE), após a votação para discutir a vitória ante a oposição e uma ala do Centrão, que trabalhou para derrubar a prisão e enviar uma mensagem ao STF.

- Continua após a publicidade -

Foi uma vitória com uma breve margem de vantagem: 277 deputados escolheram autorizar a prisão de Brazão, preso preventivamente acusado de ser o mandante do assassinato da ex-vereadora do Rio Marielle Franco. Eram necessários 257 votos.

A ligação, aliás, aconteceu durante a festa de aniversário de Marcos Pereira, em um evento que reuniu todos os quatro principais nomes que pleiteiam suceder Lira, petistas e líderes da oposição. O evento também contou com a presença de ministros petistas, como Fernando Haddad (Fazenda), Paulo Teixeira (Desenvolvimento Agrário) e Luiz Marinho (Trabalho). O vice-presidente Geraldo Alckmin também apareceu.

Deputados interpretam o placar da votação realizada nesta quarta-feira, 10, como também uma derrota para Lira e Elmar. Existe uma visão, sobretudo entre os deputados mais experientes, que é preciso demarcar a defesa da prerrogativa dos deputados. O resultado mostra que talvez nem Elmar teria tantos votos assim para alcançar a presidência da Câmara e nem Lira pode ser o fator único para decidir o seu sucessor.

Por um outro ponto de vista, há quem creia que ainda derrotado, Elmar manda uma importante mensagem de que é um defensor dos interesses da Casa. Compartilhou essa leitura a interlocutores o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PRD-SP), um dos que trabalharam nos bastidores para manter a prisão. Cunha também esteve no aniversário de Marcos Pereira.

Consciente da derrota, Elmar crê que a postura avaliada por ele como independente pode ser um peso para Lula a longo prazo.

Ele, porém, tem um obstáculo muito grande para conquistar a atenção do presidente, já que União e PT são rivais na Bahia e o nome dele enfrenta resistência tanto de Jaques Wagner (PT-BA), líder do governo no Senado, como de Rui Costa, ministro-chefe da Casa Civil.

A aliados, Pereira diz que sabe que está atrás de Brito na disputa pela preferência do governo, mas que o agrada ser o plano B. Isso o permite ainda ter algum acesso à oposição e alguns deputados bolsonaristas.

Mesmo com ampla presença de ministros e deputados petistas, o aniversário teve a presença de ministros do governo Bolsonaro: Ciro Nogueira (PP-PI), que foi ministro da Casa Civil, João Roma (PL-BA), que foi ministro da Cidadania, e Tereza Cristina, ex na Agricultura.

Nomes do bolsonarismo raiz como Nikolas Ferreira (PL-MG), Carla Zambelli (PL-SP) e alguns dos filhos de Bolsonaro, porém, não foram. Alguns deles estão na Europa, participando de eventos do Parlamento Europeu. Com informações de Agência Estado

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Publicidade

Comunhão Digital

Publicidade

Fique por dentro

RÁDIO COMUNHÃO

VIDA E FAMÍLIA

- Publicidade -