22.1 C
Vitória
domingo, 5 dezembro 2021

Covid-19: após acampamento, jovens são infectados com a variante Delta

O caso aconteceu em League City, no Texas. A igreja ficará fechada até o dia 11 de julho, quando as autoridades locais concluírem que o retorno é seguro

Por Marlon Max

Bruce Wesley é pastor principal da Clear Creek Community Church, uma megaigreja com vários congregações nos Estados Unidos. Ele diz que está de coração partido depois que mais de 125 jovens e adultos que participaram de um acampamento do ministério estudantil testaram positivo para o que os especialistas em saúde suspeitam ser a variante Delta de COVID-19.

De acordo com a Yale Medicine, a variante Delta do COVID-19 “é uma cepa altamente contagiosa e possivelmente mais grave do vírus. Foi identificado pela primeira vez na Índia em dezembro e logo após na Grã-Bretanha, infectando e matando muitos. A mesma variante já causou mortes também no Brasil.

“Mais de 125 pessoas relataram à igreja que testaram positivo para COVID-19 após o acampamento. E todos os que estavam doentes voltaram para casa e expuseram suas famílias ao COVID. Estou ciente de uma série de famílias em que todos adoeceram depois do acampamento e, obviamente, isso é horrível. Isso parte nossos corações. Temos sido diligentes em seguir protocolos de segurança rígidos por mais de um ano como uma forma de amar nossos vizinhos e amar uns aos outros ”, disse Wesley em um vídeo postado no YouTube.

Segundo o portal The Christian Post, mais de 400 pessoas participaram do acampamento destinado a jovens. Pastor Wesley explicou em uma carta aos congregados que, em consulta com o Distrito Sanitário do Condado de Galveston, no Texas, a igreja cancelou os cultos para 4 de julho e novamente em 7 de julho. A expectativa é reabrir a igreja apenas a partir do dia 11 de julho.

O Dr. Phillip Keizer, autoridade do distrito de saúde do condado de Galveston, disse que eles não tinham certeza de quantas pessoas foram infectadas, mas devido à rapidez com que se espalhou, eles suspeitam que possa ser a variante Delta.

“Estamos testando para a variante Delta, para ver se essa é a causa da disseminação tão rápida entre aquele grupo”, disse Keizer. “Membros individuais da igreja têm falado com o pastor e eles acham que talvez 120, 130, então não temos números firmes sobre isso ainda.”

Keizer está encorajando qualquer pessoa que possa ter sido exposta a fazer o teste e colocá-la em quarentena. Ele observou ainda que, se for descoberto que o grupo de jovens foi infectado com a variante Delta, será uma oportunidade para os pesquisadores estudá-la.

“Sabíamos que haveria avanços, mas esta será uma oportunidade real para aprendermos mais sobre a variante Delta porque temos um grupo de pessoas que acabaram de ser expostas”, disse Keizer. “Se for a variante Delta, sabemos quando eles foram expostos e podemos ver o quão bem eles se saíram e quantas pessoas estão avançando.”

Com informações The Christian Post

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se