23.7 C
Vitória
segunda-feira, 21 setembro 2020

Coronavírus: subida exponencial de casos. Entenda!

Leia também

Anvisa autoriza que Pfizer dobre número de voluntários em testes para vacina

O laboratório informou que vai expandir o número de participantes do estudo para a vacina, chegando a cerca de 44 mil participantes

Fumaça do Pantanal que chega a SP pode agravar casos de doenças respiratórias

Outra recomendação que Cardenuto indica é a de evitar aglomerações, uma medida que já deveria ser cumprida em função do novo coronavírus

Lava Jato denuncia Cabral e Bezerra por propinas em contratos do DER

Segundo a peça, registros contábeis apreendidos com o operador de Cabral na Calicute mostram que Maciste efetuou, entre 2011 e 2017

Mudança na metodologia do diagnóstico explica aumento dos números de casos da doença

Nas últimas 24 horas foram registradas 242 mortes na província chinesa de Hubei, epicentro do novo coronavírus. Essa quarta-feira (12) foi o dia mais mortífero desde o início do surto. E também houve uma subida vertiginosa no número de casos diagnosticados, com mais 14.840 pessoas infectadas.

As mudanças de metodologia na identificação dos casos explicam o rápido aumento. É uma subida dramática no número de mortes e casos registados desde o início do surto.

Segundo autoridades de saúde, esses números surgem devido a uma “definição mais ampla” da infecção, através de mudanças na forma de diagnóstico. Ontem, a Organização Mundial da Saúde (OMS) mencionou que o número de infecções na China estava a se estabilizar, mas que era ainda cedo demais para apurar se a epidemia estaria a se abrandar.

Diagnósticos

O número de casos e mortes era calculado com os kits de diagnóstico, através dos testes padrão de ácido ribonucleico (RNA). Agora, passa a ser suficiente um diagnóstico do vírus por meio  de uma tomografia computadorizada (TAC) dos pulmões.

Esses casos “clinicamente diagnosticados”, que são confirmados apenas por tomografia computadorizada, não constavam em contabilizações anteriores.

Das 242 mortes registadas em Wuhan, 135 foram contabilizadas segundo a nova metodologia. Dos 18.840 casos registados nas últimas horas, 13.332 foram diagnosticados segundo os novos critérios.

A Comissão Provincial de Saúde de Hubei explicou que as mudanças ao nível de diagnóstico vão permitir um tratamento mais rápido. Mas também poderá afetar a credibilidade dos números apresentados ao longo das últimas semanas e amplificar as críticas à China.

Ascensão de casos 

O país tem sido acusado de esconder a dimensão completa do surto, sobretudo após a morte de um médico oftalmologista que denunciou o início da epidemia, o que lhe valeu uma repreensão da polícia.

“Qual é que foi a taxa real de infeção desde o início de janeiro? As outras cidades e províncias também vão rever os números apresentados? Suspeito que muitos na China vão olhar para isto como uma nova razão para não acreditar no governo”, diz Sam Crane, professor de política e filosofia chinesa, ao jornal The Guardian.

David Heymann, professor de epidemiologia de doenças infecciosas na Escola de Higiene e Medicina Tropical de Londres, diz que a China veio alterar a própria definição de doença. “As mortes são preocupantes e há de fato um aumento no número de mortes registadas. Se olharmos para a totalidade do número de mortes e de casos, a taxa de mortalidade continua a ser o mesmo que tem sido”, acrescentou.

Metodologia 

A mudança no método de diagnóstico poderá também ter origem num problema prático: escassez de kits de diagnóstico por meio dos testes padrão. Os responsáveis de saúde já tinham apelado às autoridades para que os parâmetros de diagnóstico do vírus fossem alargados para tratar mais pacientes.

Os testes padrão de RNA poderiam demorar vários dias até um diagnóstico, enquanto a tomografia computadorizada pode mostrar mais rapidamente infecções nos pulmões.

Qi Xiaolong, professor de medicina em Gansu, China, considera que a mudança poderá ajudar a uma detecção e consequentemente o isolamento mais rápido e efetivo. Não só devido à falta de kits e de pessoal médico, mas também por possíveis erros de diagnóstico nas amostras recolhidas para análise.

“Uma pessoa que tenha acusado negativo nos testes pode ser uma fonte de infecção para uma comunidade”, apontou.

*Com informações de Agência Brasil. 

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Vídeos sobre a Bíblia alcançam 1 milhão de pessoas no Tik Tok

Produzidos por Jey Reis, 17 anos, os vídeos diários, que são publicados no Tik Tok, falam sobre Jesus. Saiba mais! !

Beirute! Igrejas ajudam na reconstrução da cidade

O chefe da ONG cristã Together For The Family, Izdihar Isaac, disse as igrejas tem feito a diferença para reconstruir Beirute após a explosão. Saiba mais!

Um outro evangelho

O Apóstolo Paulo escrevendo sua primeira carta às igrejas da Galácia, logo após a saudação inicial, inicia com uma afirmação inquietante de que os...

O Sexo que Deus criou

À luz da Bíblia, conclui-se que a imagem deturpada da sexualidade ou do sexo tem sido uma estratégia de Satanás desde a queda do homem, por causa do pecado.

Michelle Giarola: músicas e histórias do poder de Deus

Em um testemunho de fé, milagre e superação, Michele Giarola lançou seu primeiro álbum musical autoral, “A glória da segunda casa”

O fim dos tempos, com pastor Antônio Júnior

Em uma pregação realizada no Allianz Parque, em São Paulo pastor Antônio Júnior afirmou: "Precisamos nos preparar para a volta de Jesus" Em um evento...

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

Live solidária: artistas em favor da Igreja Perseguida

Denominado de "Seja um com eles", a live solidária é um grito de ajuda a igreja perseguida. Paulo César Baruk, Rebeca Nemer, Eyshila, André Aquino são alguns dos convidados. Saiba mais!

Arte da Graça em casa; Conscientização do setembro amarelo

Em formato online, o evento une shows e workshops incentivando a tolerância, paz e música. Saiba mais!

Aquecimento Sepal 2020, com Edméia Williams e Rodrigo Gomes

Transmissão acontecerá nesta segunda-feira, 14 de setembro, às 19 horas. Saiba como participar!

Encontro nacional Renas: “Ser criança em tempos de incerteza”

É a 13ª edição do Encontro Nacional da Rede Evangélica Nacional de Ação Social (Renas). Evento, que acontece em outubro, será online. Saiba mais!
- Publicidade -

Plugue-se

Vídeos sobre a Bíblia alcançam 1 milhão de pessoas no Tik Tok

Produzidos por Jey Reis, 17 anos, os vídeos diários, que são publicados no Tik Tok, falam sobre Jesus. Saiba mais! !

“Inesquecível”: a história da professora que morreu para salvar crianças

Filme vai contar a história da professora Heley de Abreu, que deu avida para proteger crianças de um incêndio, em Janaúba (MG). Saiba maiws!

Kemuel e Priscilla Alcântara conquistam Platina Triplo

Platina Triplo é uma certificação pelo grande alcance que as canções dos artistas tiveram nas plataformas digitais de música Nesta quinta-feira, 17, Kemuel e Priscilla...

Ajude um cego a ler a Bíblia e ter a vida transformada

A iniciativa quer distribuir a Bíblia para cegos em todo o Brasil e promover a acessibilidade para pessoas com deficiência visual. Saiba mais!