back to top
27.9 C
Vitória
domingo, 16 junho 2024

Coritiba demite Carlos Zago após goleada e coletiva polêmica

Coritiba demite Antônio Carlos Zago após goleada e coletiva polêmica - Foto: Divulgação/Coritiba
Coritiba demite Antônio Carlos Zago após goleada e coletiva polêmica - Foto: Divulgação/Coritiba

Zago foi contratado em abril para o lugar de António Oliveira e dirigiu o Coritiba em 11 oportunidades, com sete derrotas e quatro empates

O Coritiba confirmou nesta terça-feira a demissão do técnico Antônio Carlos Zago, que ficou sem ambiente no clube após a polêmica coletiva de imprensa realizada minutos depois da goleada sofrida pelo Grêmio por 5 a 1. Na ocasião, o treinador detonou os jogadores e se isentou da responsabilidade pelos resultados negativos durante o Brasileirão.

O clube paranaense entendeu que o treinador passou um pouco do tom na coletiva de imprensa e se esqueceu do momento ruim da equipe, que não vence há 18 partidas. O treinador já não era visto com bons olhos pelos torcedores por conta dos atos de racismo cometidos na época de jogar, mas ganhou um voto de confiança, que terminou nesta terça-feira.

“O Coritiba Foot Ball Club anuncia o desligamento do técnico Antônio Carlos Zago, bem como dos auxiliares Leonardo Galbes, Henrique Américo e Leomir de Souza, além do preparador físico Rodrigo Chaves. O clube deseja sucesso na sequência de suas carreiras profissionais”, diz o clube em nota oficial.

Zago foi contratado em abril para o lugar de António Oliveira e dirigiu o Coritiba em 11 oportunidades, com sete derrotas e quatro empates, um aproveitamento de 12,1%.

- Continua após a publicidade -

Thiago Kosloski, até então treinador do sub-20 e que estava com Ramon Menezes na seleção brasileira, assume o cargo de auxiliar técnico permanente do departamento de futebol profissional e comandará as atividades visando o jogo com o Goiás, marcado para esta segunda-feira, às 20h, no estádio Hailé Pinheiro, pela 13ª rodada.

Diferente do que ocorreu com Zago, a busca do novo treinador será realizada pela SAF, através do executivo Artur Moraes. O preferido é Rogério Ceni, que está sem clube desde quando deixou o São Paulo.

Único time que ainda não venceu no Brasileirão, o Coritiba é o lanterna, com apenas quatro pontos. O Cuiabá, primeiro time fora da zona de rebaixamento, já tem 12. Com informações Agência Estado

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Publicidade

Comunhão Digital

Publicidade

Fique por dentro

RÁDIO COMUNHÃO

VIDA E FAMÍLIA

- Publicidade -