back to top
27.9 C
Vitória
domingo, 16 junho 2024

Corinthians prepara mudanças no elenco até o fim da temporada

Corinthians prepara reformulação no elenco até o fim da temporada - Foto: Reprodução Twitter / @Corinthians / Rodrigo Coca
Corinthians prepara reformulação no elenco até o fim da temporada - Foto: Reprodução Twitter / @Corinthians / Rodrigo Coca

Às vésperas da eleição para o novo presidente, o elenco vive indefinições por renovação e uma “barca” de jogadores deve zarpar

Apesar de ainda faltar cerca de dois meses para o fim da temporada, o torcedor do Corinthians já está com a cabeça em 2024. O clube amargou eliminações durante o ano, acumulou trocas no comando técnico e agora disputa o Campeonato Brasileiro com a missão de se afastar da zona de rebaixamento – a 11 pontos do G-6 faltando 12 rodadas, as chances de vaga na Copa Libertadores estão praticamente descartadas.

Às vésperas da eleição para o novo presidente, o elenco vive indefinições por renovação e uma “barca” de jogadores deve zarpar do Parque São Jorge ao fim de 2023, com medalhões possivelmente dando adeus ao Corinthians.

O Corinthians tem dez jogadores cujo vínculo se encerra em dezembro. São eles: Fabio Santos, Gil, Giuliano, Paulinho, Renato Augusto, Luan, Maycon, Bruno Méndez, Ruan Oliveira e Cantillo. Apenas os quatro últimos entre os atletas citados não têm 30 anos ou mais. A tendência é que alguns medalhões deixem o clube para possibilitar a reformulação do elenco, considerado envelhecido e com jogadores com salários não condizentes com o seu retorno esportivo. O atacante Pedro, negociado com o Zenit-RUS por 9 milhões de euros (R$ 46,7 milhões), dá adeus ao time em fevereiro, quando completará 18 anos.

Quem já adiantou o adeus também foi o lateral-esquerdo Fábio Santos. Após a derrota por 2 a 0 para o Fortaleza na semifinal da Copa Sul-Americana, o experiente jogador de 38 anos afirmou que vai pendurar as chuteiras ao fim da temporada. O atleta alternou entre ser titular e reserva ao longo do ano, perdendo a vaga em diversas ocasiões para Matheus Bidu.

- Continua após a publicidade -

Criticado pela torcida, Fábio Santos falhou nos dois gols que arruinaram os planos de o Corinthians ganhar ao menos o título da Sul-Americana em 2023. Pelo clube, o lateral conquistou dois títulos do Campeonato Brasileiro (2011 e 2015), a Libertadores de 2012, o Mundial da Fifa, no mesmo ano, o Paulistão 2013 e a Recopa Sul-Americana, ambos em 2013.

Outro da zaga e alguns que já tiveram chances

Titular durante quase toda a temporada, Gil não é unanimidade entre os torcedores. O rendimento questionável do zagueiro de 36 anos, campeão brasileiro (2015), paulista (2013) e da Recopa (2013), deve guiá-lo para longe do Parque São Jorge. Para a posição, a diretoria contratou Lucas Veríssimo por empréstimo até julho do ano que vem e também conta com Caetano, que ganhou minutos na equipe neste ano após sequência de empréstimos. Murillo, alçado ao time principal por Vanderlei Luxemburgo, já aproveita a chances na Inglaterra após ser vendido ao Nottingham Forest por R$ 64 milhões.

Os volantes Giuliano e Paulinho, de 33 anos e 35, respectivamente, também têm mais possibilidades de sair do que de ficar. Enquanto o primeiro não agradou nas oportunidades no time titular, o segundo rompeu o ligamento do joelho esquerdo, o mesmo lesionado no ano passado, e disse adeus à temporada em maio. Como a lei obriga o clube a dar suporte durante toda a recuperação de um atleta que sofre acidente de trabalho, a diretoria pode ser obrigada a renovar com Paulinho por mais alguns meses após dezembro. Porém, o convívio no departamento médico e a idade avançada pesam contra a hipótese de um vínculo extenso.

Ruan Oliveira, de 23 anos, está em baixa e corre risco de também não ficar com Mano Menezes. O meia pertence ao Metropolitano, de Santa Catarina, e, inicialmente, estava emprestado até junho, mas as boas partidas fizeram a diretoria estender o vínculo até dezembro. O atleta, porém, sumiu nas últimas partidas e, por escolha de Mano, não viajou sequer para enfrentar o Fortaleza na Sul-Americana.

Cantillo, que completa 30 na próxima semana, chegou a ganhar oportunidade no clássico com o São Paulo, vencida pelo time tricolor por 2 a 1, mas os poucos minutos em 2023 não devem ser suficientes para convencer a diretoria da sua renovação.

E Renato Augusto?

O único atleta que estava em reta final de contrato e já renovou com o Corinthians foi o atacante Gustavo Mosquito, que fechou acordo por mais três anos. Existe a expectativa pela renovação de Renato Augusto, considerado o melhor jogador do time. Neste caso, a idade avançada (35 anos) e o acúmulo de lesões devem ser relevados. Maycon também tem chances de ganhar um novo contrato pela diretoria acreditar que Mano pode recuperar o futebol do volante de 26 anos.

Um dos destaques de 2023, o uruguaio Bruno Méndez é outro que não deve ficar. Zagueiro de origem, o jogador acumula convocações para a seleção do seu país e desempenhou bom papel até mesmo improvisado na lateral-direita. Valorizado, teve promessa de renovação em junho, mas o acordo acabou não acontecendo. Um final feliz que parecia óbvio, agora está em xeque, uma vez que o zagueiro entrou na mira do Flamengo e do Internacional, seu antigo clube.

Fim do contrato de Luan

Dezembro também irá marcar o último mês de vínculo de Luan com o Corinthians. Contratado pelo clube junto ao Grêmio por cerca de R$ 29 milhões, durante a gestão do presidente Andrés Sanchez, e com um salário mensal de R$ 800 mil, ele não se firmou com nenhum treinador que passou pelo clube e, por escolha técnica, passou a treinar separadamente e não entra em campo desde o ano passado.

Ele retornou ao Grêmio por empréstimo depois de ser agredido por torcedores em um motel da zona oeste de São Paulo, mas foi poucas vezes acionado pelo técnico Renato Gaúcho. Segundo balanço financeiro lançado no último ano, o Corinthians deve R$ 4,5 milhões em direitos de imagem ao meia.

Eleição

Em novembro, os sócios do Corinthians vão às urnas decidir quem comandará o clube no próximo triênio. A chapa da situação, “Renovação e Transparência”, indicou o conselheiro André Luiz Oliveira, mais conhecido como André Negão, para tentar manter o grupo do ex-presidente Andrés Sánchez e Duílio no poder. A oposição se atém à candidatura única de Augusto Melo, segundo colocado no último pleito, e está confiante em conseguir encerrar um domínio de 16 anos na política corintiana. O ano eleitoral está sendo marcado por acusações de ambos os lados, ameaças de morte e disputas por apoio.

A rixa nos bastidores deixam o cenário político do Corinthians incerto, e todas as negociações com os jogadores só devem ocorrer após o pleito do mês que vem. Contudo, a estratégia é considerada arriscada, uma vez que todos os atletas com vínculo somente até dezembro já podem assinar pré-contrato com qualquer outra equipe desde o dia 1º de julho. Alessandro Nunes, gerente de futebol do clube, não agrada aos candidatos e vai deixar a função ao fim do mandato de Duílio Monteiro Alves. Caso vença, Augusto Melo estuda trazer o ex-jogador Chicão para o cargo.

Além da dívida de R$ 825 milhões e um estádio para pagar, quem vencer as eleições terá a missão de tratar da continuidade de medalhões também em 2024, ano em que se encerra os atuais contratos de Cássio, Fagner e Romero, além dos “pratas da casa” Roni e Matheus Araújo. Com informações Agência Estado

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Publicidade

Comunhão Digital

Publicidade

Fique por dentro

RÁDIO COMUNHÃO

VIDA E FAMÍLIA

- Publicidade -