Coreias farão nova reunião em setembro

Governantes devem abordar o acordo de “total desnuclearização” da península coreana

Os presidentes das duas Coreias decidiram, nesta segunda (13), marcar para o próximo mês de setembro, uma nova cúpula em Pyongyang. O comunicado foi anunciado em conjunto por ambos os países.

Os lideres sul-coreano, Moon Jae-in, e norte-coreano, Kim Jong-un, se reunirão pela terceira vez, agora na capital norte-coreana. Anteriormente, os representantes se encontraram duas vezes, nos dias 27 de abril e 26 de maio, na divisa das Coreias, “cada um em seu lado da cerca”.

A expectativa é que a nova reunião sirva para avançar na Declaração de Panmunjom, assinada pelos dois governantes em seu primeiro encontro, na qual ambos se comprometeram a melhorar laços e a trabalhar para estabelecer a paz e a “total desnuclearização” da península coreana.

Delegações dos dois países, que permanecem tecnicamente em guerra, tiveram nesta segunda uma reunião na mesma cidade fronteiriça norte-coreana onde aconteceu o histórico primeiro encontro entre Moon e Kim, para definir os detalhes da nova cúpula.

Embora ambas as partes tenham fixado o local para o terceiro frente a frente entre seus máximos responsáveis, resta definir a data exata do encontro.

“Também analisamos a situação atual da implementação dos pontos da declaração de Panmunjom, e fizemos consultas para avançar na sua aplicação – afirma um comunicado conjunto das duas Coreias, divulgado ao final da reunião de hoje pelo Ministério de Unificação do Sul”.

*Com informações do Pleno News


Leia mais

Clima econômico esquenta entre EUA e Turquia