20.5 C
Vitória
quarta-feira, 6 julho 2022

10 conselhos aos líderes para uma saúde emocional equilibrada

comunhão_saúde emocional
Foto: Reprodução

Apesar da imagem ser completamente distorcida, pastores e líderes precisam (e devem) tomar atitudes e buscar ajuda a fim de preservarem uma boa saúde mental

Por Priscilla Cerqueira 

Já parou para refletir sobre a relação entre o pastorado e a necessidade de se preservar a saúde mental? O pastor é uma pessoa como qualquer outra, com limitações, falhas e necessidades.

Não há como negar que o dia a dia de um pastor, bem como a sobrecarga de pensamentos e exigências e a pressão imposta pelos membros e pela sociedade, pode ser relativamente complicado de lidar.

Por isso, é indispensável que se pense em meios de se preservar a saúde mental dos pastores, considerando a grande responsabilidade que o pastorado traz consigo, e que o exercício dessa vocação não está isenta de problemas como o estresse, ansiedade, depressão, entre outros. O pastor Josué Gonçalves enumerou uma série de precauções que todo líder precisa ter. Confira as dicas:

Confira os conselhos

1) Cuide da sua saúde física;

2) Cuida do seu sono;

3) Tenha tempo de lazer com a esposa e filhos;

4) Faça uma atividade física;

5) Faça coisas além do ministério;

6) Cultive relacionamentos que nutrem o coração;

7) Pratique a contemplação do belo;

8) Ria mais;

9) Tenha com quem compartilhar suas dores e conflitos interiores;

10) Não despreze os profissionais que podem nos ajudar em tempos difíceis, como os psicólogos; psiquiatras e terapeutas.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se