18 C
Vitória
terça-feira, 4 agosto, 2020

Carnaval: Jovens conquistam pessoas para Cristo

Leia também

Brasil: Prefeitos se unem em campanha de combate à covid-19

Iniciativa é da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), que negociou com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) autorização especial para veicular comunicação sobre a doença em jornais, sites, rádios e na TV durante toda a pandemia

Descoberta ruínas de uma Igreja de 1.300 anos em Israel

A igreja milenar foi encontrada quando o Império Bizantino ocupou a região e indicou que os cristãos do período viam a área como religiosamente significativa.

Comunidades Terapêuticas com mais investimentos públicos

Entidades cristãs receberam quase 70% da verba federal para comunidades terapêuticas no primeiro ano do governo Bolsonaro

Impacto de Carnaval, promovido pela Jocum Vitória, reúne centenas no bloco Tá pensando o quê?, que evangeliza foliões e expressa a alegria e o amor de Jesus por meio de atividades artísticas em Guarapari

O carnaval, de 21 a 25 de fevereiro, atrai milhões de pessoas para assistir a desfiles de escolas de samba ou seguir trios elétricos. Em meio a altos índices de consumo de álcool e promiscuidade sexual, os membros da Jocum (Jovens Com Uma Missão) e igrejas parceiras saem às ruas para fazer evangelismo.

Por mais de duas décadas, o Impacto de Carnaval (como foi batizado o movimento) é realizado por todo o Brasil. Em 2008, a Jocum Vitória foi além e lançou o bloco Tá pensando o quê?, responsável por levar milhares de pessoas a Cristo na cidade de Guarapari, no litoral do Espírito Santo, durante o feriado prolongado.

Ação

Uma dessas ações aconteceu em Guarapari  (ES). A cidade tem um dos maiores carnavais do litoral brasileiro. Cerca de 1,3 milhão de turistas visitam o município neste período.

“Fechar os olhos, afastar-se e purificar sua própria carne em um retiro fechado podem ser medidas cristãs para a maioria. Para nós, Jovens Com Uma Missão, o feriado é humanitário, é misericordioso e pretende ser doador de luz às consciências”, enfatiza a diretora da Jocum Vitória, missionária Ândrea Ribeiro.

Para ela, alguns cristãos rotulam o carnaval como uma das maiores representações da cultura babilônica, no qual reinam excessos de bebida, drogas e sexo. Mas esta era – e não apenas os cinco dias de festas pagãs – tem se relevado completamente babilônica.

“Abordamos as pessoas na rua e convidamos para uma conversa. Por isso, o nome do bloco. A principal marchinha diz: ‘Ei, você! Tá pensando o quê? Jesus ama você!’. É uma ‘deixa’ para falarmos sobre questões como família, violência infantil, doméstica, drogas, entre outros tópicos que poderão levá-las a uma reflexão mais profunda sobre Jesus”, explica a missionária.

Antes das abordagens e atividades de rua, os evangelistas – cerca de 90 inscritos, este ano, alojados na Igreja Metodista Wesleyana –, recebem treinamentos, participam de cultos, intercessões e oficinas de música, dança, teatro, circo e evangelismo infantil.

“Os nossos cinco dias de Impacto de Carnaval são cinco dias ricos de ensino e testemunho, intercessão e adoração fervorosas, evangelismo prático e atos proféticos por meio de manifestações artísticas. Uma alegria que vem do alto (Filipenses 4.4)”, acrescenta Ândrea.

Por que evangelizar no carnaval

Neste final de semana de carnaval, o pastor Giuliano Coccaro, da IPB Chácara Primavera, de Campinas, ministrou sobre Felicidade. Afinal, o tema é recorrente, já que muitos dizem que procuram a festa em busca de satisfação pessoal e alegria. Em sua fala principal, o pastor disse que “a qualidade do nosso sacrifício a Deus depende da qualidade do nosso amor por pessoas”.

Lucas 5.32 já alertava: Jesus veio para alcançar não os justos, mas os pecadores. Seguindo o exemplo de Cristo e exercitando esse amor mencionado por Coccaro, a diretora da Jocum Vitória, Ândrea Ribeiro, afirma que a data pode ser uma boa oportunidade para evangelizar aqueles que estão perdidos.

“É tempo de convocar a Igreja a se unir e alcançar centenas de milhares de pessoas que não conhecem verdadeiramente Deus. Há diversas formas de exercer fé, amor, servir e voluntariar durante o carnaval”, alerta ela.

Por mais um ano, a base missionária de Vitória oferece a cerca de 90 inscritos a oportunidade de se juntar aos missionários locais nas ações que buscam causar impacto no Carnaval de Guarapari. Porém, as atividades reúnem centenas de cristãos. A grande mobilização é interdenominacional e acaba por conquistar a adesão de diferentes igrejas, reforçando as ações de evangelismo de rua.

Para Ândrea, o Bloco Tá Pensando o quê? nasceu da necessidade de capacitar os envolvidos. “Ele foi projetado especificamente para equipar os participantes com ferramentas, inflamá-los com paixão e amor a Deus e às pessoas, além de ser um instrumento para conectar e transformar vidas”, explica.

A bateria, que recebe o mesmo nome do bloco, tem chamado atenção dos foliões por onde passa. Formada por 22 ritmistas, de diferentes cidades e denominações evangélicas, traz canções clássicas do universo cristão com arranjos populares.

“Muitos reconhecem os louvores e se emocionam. Cantamos e acenamos da orla, inclusive, para as pessoas nos prédios. O que vale é difundir o evangelho a todos, sem distinção de pessoas como Jesus fez”, ensina ela.

Dons a serviço do reino

O publicitário Jonatas Henrique Medeiros, mais conhecido como Danone, de 33 anos, é um dos participantes do Impacto de Carnaval deste ano. Ele integra, pela segunda vez, o grupo de evangelistas ao lado da esposa e da filha de apenas 3 aninhos de idade.

Medeiros se diz maravilhado com o cumprimento de 1 Pedro 4.10: “É muita alegria ver cada um exercendo o dom que recebeu para servir aos outros. É isso o que temos visto pelas ruas de Guarapari”, comenta.

ação_evangelística carnaval
Jonatas Henrique Medeiros. Foto: Jonatas Medeiros

Segundo ele, todos os cristãos têm uma relevância e um espaço no serviço do reino de Deus. “Como cristão, vejo ausência de paz em cada vida que abordamos, seja quem não conhece ainda o amor de Deus ou naqueles que estão frios em relação a Cristo. As pessoas até parecem alegres pela folia, bebida, drogas… Mas quando tocamos no nome Jesus é como se olhassem para dentro de si mesmas, procurassem a presença dEle e, não encontrando, percebem que falta tudo. Falta a paz que excede todo entendimento”, relata.

Medeiros afirma que sempre que o grupo entoa a marchinha, ele completa: “Ei, você! Tá pensando o quê? Jesus ama você! E Ele tem pensamento de paz pra você!”.

Saiba mais sobre a Jocum e outras ações pelo país aqui!

Veja a ação

*Com colaboração de Elen Almeidah

- Continua após a publicidade -

Comunhão Digital

- Continua após a publicidade -

Fique Por Dentro

Helena Tannure e Alda Célia no Congresso Vitoriosas

É a terceira edição do evento, que é voltado para mulheres. O tema do Congresso Vitoriosas 2020 será Transformadas. Saiba mais! 

Lagoinha abre curso Linhas de ensino; Saiba mais!

As aulas das turmas do primeiro módulo do Curso Linha de ensino se iniciam a partir de 17 de agosto. Saiba mais!

Fórum literário: O absurdo, a esperança e mais além

Realizado desde 2016, o Fórum literário é um curso para peregrinar nos caminhos da arte e da fé cristã. Evento, que será online, começa hoje, 27. Saiba mais aqui! 

Marcha pra Jesus é cancelada em São Paulo

Por causa do coronavírus a prefeitura de São Paulo cancelou a Marcha para Jesus. O maior evento cristão do mundo ocorreria em 02 de novembro deste ano

Plugue-se

Max Weber: Economia e religião estão interligadas?

No livro "A ética protestante e o espírito do capitalismo", o sociólogo alemão, Max Weber, se debruça em um estudo minucioso sobre as religiões e o sistema econômico do século XX

Vida após a morte em “O Céu é de Verdade”

"O Céu é de verdade" foi sucesso de bilheteria nos Estados Unidos, conta a história de uma criança que visita o paraíso em uma experiência de “quase morte”

Terceiro bloco do projeto “ASU”, de Priscilla Alcantara

Projeto, que conta com 12 canções, traz releituras de grandes sucessos de Priscilla Alcantara 

Thalles Roberto em novo momento na carreira, agora na Sony

Em live realizada nesta sexta-feira, 31, o artista anunciou a novidade já com lançamentos: "Tenho muita vontade de voltar a focar minha carreira no Brasil", declarou