27.4 C
Vitória
sexta-feira, 27 março, 2020

Carnaval: Jovens conquistam pessoas para Cristo

- Continua após a publicidade -

Mais lidas

Jogador do Ajax acorda do coma após quase três anos

Depois de dois anos e nove meses em coma, o jogador Abdelhak Nouri, do Ajax, acordou. O jovem estava em tratamento após ter uma arritmia cardíaca em campo

Ferj amplia suspensão do Campeonato Carioca até 30 de abril

A Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro comunicou a ampliação da suspensão do Campeonato Carioca até o dia 30 de abril

Adiamento das Olimpíadas: Ruim para uns, bom para outros

Quem estiver punido por doping e tiver cumprido a sua sentença até o período classificatório, estará apto a competir na Olimpíada do ano que vem

Covid-19: Quase 3 mil casos e 77 mortes no Brasil

Um mês depois do primeiro caso no Brasil, país registra 2915 casos confirmados de coronavírus e 77 óbitos, informa o Ministério da Saúde.

Impacto de Carnaval, promovido pela Jocum Vitória, reúne centenas no bloco Tá pensando o quê?, que evangeliza foliões e expressa a alegria e o amor de Jesus por meio de atividades artísticas em Guarapari

O carnaval, de 21 a 25 de fevereiro, atrai milhões de pessoas para assistir a desfiles de escolas de samba ou seguir trios elétricos. Em meio a altos índices de consumo de álcool e promiscuidade sexual, os membros da Jocum (Jovens Com Uma Missão) e igrejas parceiras saem às ruas para fazer evangelismo.

Por mais de duas décadas, o Impacto de Carnaval (como foi batizado o movimento) é realizado por todo o Brasil. Em 2008, a Jocum Vitória foi além e lançou o bloco Tá pensando o quê?, responsável por levar milhares de pessoas a Cristo na cidade de Guarapari, no litoral do Espírito Santo, durante o feriado prolongado.

Ação

Uma dessas ações aconteceu em Guarapari  (ES). A cidade tem um dos maiores carnavais do litoral brasileiro. Cerca de 1,3 milhão de turistas visitam o município neste período.

“Fechar os olhos, afastar-se e purificar sua própria carne em um retiro fechado podem ser medidas cristãs para a maioria. Para nós, Jovens Com Uma Missão, o feriado é humanitário, é misericordioso e pretende ser doador de luz às consciências”, enfatiza a diretora da Jocum Vitória, missionária Ândrea Ribeiro.

Para ela, alguns cristãos rotulam o carnaval como uma das maiores representações da cultura babilônica, no qual reinam excessos de bebida, drogas e sexo. Mas esta era – e não apenas os cinco dias de festas pagãs – tem se relevado completamente babilônica.

“Abordamos as pessoas na rua e convidamos para uma conversa. Por isso, o nome do bloco. A principal marchinha diz: ‘Ei, você! Tá pensando o quê? Jesus ama você!’. É uma ‘deixa’ para falarmos sobre questões como família, violência infantil, doméstica, drogas, entre outros tópicos que poderão levá-las a uma reflexão mais profunda sobre Jesus”, explica a missionária.

Antes das abordagens e atividades de rua, os evangelistas – cerca de 90 inscritos, este ano, alojados na Igreja Metodista Wesleyana –, recebem treinamentos, participam de cultos, intercessões e oficinas de música, dança, teatro, circo e evangelismo infantil.

“Os nossos cinco dias de Impacto de Carnaval são cinco dias ricos de ensino e testemunho, intercessão e adoração fervorosas, evangelismo prático e atos proféticos por meio de manifestações artísticas. Uma alegria que vem do alto (Filipenses 4.4)”, acrescenta Ândrea.

Por que evangelizar no carnaval

Neste final de semana de carnaval, o pastor Giuliano Coccaro, da IPB Chácara Primavera, de Campinas, ministrou sobre Felicidade. Afinal, o tema é recorrente, já que muitos dizem que procuram a festa em busca de satisfação pessoal e alegria. Em sua fala principal, o pastor disse que “a qualidade do nosso sacrifício a Deus depende da qualidade do nosso amor por pessoas”.

Lucas 5.32 já alertava: Jesus veio para alcançar não os justos, mas os pecadores. Seguindo o exemplo de Cristo e exercitando esse amor mencionado por Coccaro, a diretora da Jocum Vitória, Ândrea Ribeiro, afirma que a data pode ser uma boa oportunidade para evangelizar aqueles que estão perdidos.

“É tempo de convocar a Igreja a se unir e alcançar centenas de milhares de pessoas que não conhecem verdadeiramente Deus. Há diversas formas de exercer fé, amor, servir e voluntariar durante o carnaval”, alerta ela.

Por mais um ano, a base missionária de Vitória oferece a cerca de 90 inscritos a oportunidade de se juntar aos missionários locais nas ações que buscam causar impacto no Carnaval de Guarapari. Porém, as atividades reúnem centenas de cristãos. A grande mobilização é interdenominacional e acaba por conquistar a adesão de diferentes igrejas, reforçando as ações de evangelismo de rua.

Para Ândrea, o Bloco Tá Pensando o quê? nasceu da necessidade de capacitar os envolvidos. “Ele foi projetado especificamente para equipar os participantes com ferramentas, inflamá-los com paixão e amor a Deus e às pessoas, além de ser um instrumento para conectar e transformar vidas”, explica.

A bateria, que recebe o mesmo nome do bloco, tem chamado atenção dos foliões por onde passa. Formada por 22 ritmistas, de diferentes cidades e denominações evangélicas, traz canções clássicas do universo cristão com arranjos populares.

“Muitos reconhecem os louvores e se emocionam. Cantamos e acenamos da orla, inclusive, para as pessoas nos prédios. O que vale é difundir o evangelho a todos, sem distinção de pessoas como Jesus fez”, ensina ela.

Dons a serviço do reino

O publicitário Jonatas Henrique Medeiros, mais conhecido como Danone, de 33 anos, é um dos participantes do Impacto de Carnaval deste ano. Ele integra, pela segunda vez, o grupo de evangelistas ao lado da esposa e da filha de apenas 3 aninhos de idade.

Medeiros se diz maravilhado com o cumprimento de 1 Pedro 4.10: “É muita alegria ver cada um exercendo o dom que recebeu para servir aos outros. É isso o que temos visto pelas ruas de Guarapari”, comenta.

ação_evangelística carnaval
Jonatas Henrique Medeiros. Foto: Jonatas Medeiros

Segundo ele, todos os cristãos têm uma relevância e um espaço no serviço do reino de Deus. “Como cristão, vejo ausência de paz em cada vida que abordamos, seja quem não conhece ainda o amor de Deus ou naqueles que estão frios em relação a Cristo. As pessoas até parecem alegres pela folia, bebida, drogas… Mas quando tocamos no nome Jesus é como se olhassem para dentro de si mesmas, procurassem a presença dEle e, não encontrando, percebem que falta tudo. Falta a paz que excede todo entendimento”, relata.

Medeiros afirma que sempre que o grupo entoa a marchinha, ele completa: “Ei, você! Tá pensando o quê? Jesus ama você! E Ele tem pensamento de paz pra você!”.

Saiba mais sobre a Jocum e outras ações pelo país aqui!

Veja a ação

*Com colaboração de Elen Almeidah

- Continua após a publicidade -

Revista Digital

- Continua após a publicidade -

Fique Por Dentro

26 de março: live – Como inovar na igreja em tempos de disruptura

Nesta quinta (26), as 19h, vai acontecer a primeira live da série "O efeito da liderança na crise” com Josué Campanhã, diretor da Envisionar e Thiago Faria

Novo Som faz show online

Devido a quarentena por causa do coronavírus, a banda vai estar ao vivo no sábado (28) a partir das 20h. Será transmitido pelo Instagram e Facebook

Coronavírus: Os eventos evangélicos que já foram cancelados

Devido a pandemia que se instalou no país por conta da Covid-19, muitos eventos evangélicos foram cancelados, suspensos ou adiados. Confira!

Oficina sobre comicidade no ambiente hospitalar

O Lacarta Circo Teatro abre inscrição para palhaço hospitalar. A oficina acontecerá dia 14 e 15 de março das 09h às 16h, na sede...

Receber notícias

Gostaria de receber notícias em primeira mão? Assine gratuitamente agora:

Plugue-se

Como a pandemia deve ser encarada pelos cristãos?

“Creia no sobrenatural de Deus”, diz médica cristã, ao falar sobre o medo do coronavírus e como os cristãos devem encarar a pandemia

Casa Worship lança projeto acústico gravado em Goiânia

A Banda gravou "A Casa É Sua" com releituras acústica de sucessos do seu DVD. "Não consigo descrever a sensação que foi essa experiência"...

“Milagre da vida”: O inesperado pode ser um presente

Em tempos de confinamento por conta do coronavírus, o filme “40 Dias - O Milagre da Vida” vem apresentar essa mensagem de uma forma sensível e desafiadora

Rede de solidariedade no Brasil por conta da pandemia

Uma imensa rede de solidariedade vem se formando com pessoas comuns, que oferecem o que podem, de graça, sem esperar nada em troca