19.9 C
Vitória
quarta-feira, 25 maio 2022

Conheça os países onde a perseguição religiosa aumentou

Foto: Reprodução

Os cristãos da África e Ásia são os mais mais atingidos pela intolerância, segundo a Lista Mundial da Perseguição (LMP) 2022 

Por Patricia Scott

A região mais perigosa para os cristãos, atualmente, é o Oeste Africano, com 96% das 5.898 mortes registradas pela Lista Mundial da Perseguição (LMP) 2022. Somente na Nigéria, 4.659 discípulos de Jesus foram assassinados por consequência da fé.

Portas Abertas destaca que “os países asiáticos são a maioria no ranking, com 29, depois vêm os africanos, com 18, e três da América Latina. A perseguição aumentou em 23 países: 13 deles ficam na Ásia, nove na África e um na América Latina”.

O levantamento revela também que a hostilidade aos cristãos reduziu em 18 nações. Deste total, 11 são asiáticas, seis africanas e uma latino-americana. Em sete países, dos quais cinco estão na Ásia e dois na África, os índices permaneceram os mesmos.

Segundo a LMP, em 2022, 23 países subiram posições. Treze deles estão localizados na Ásia, nove na África e um na América Latina. Segundo Portas Aberta, a nação que mais subiu posições na LMP 2022 foi o Níger, que saltou da 54ª para 33ª posição. Já a Indonésia, saiu da 47ª posição para a 28ª posição, Cuba foi da 51ª para a 37ª, Catar foi do 29º lugar para o 18º e Butão saiu da 43ª colocação para a 34ª.

Por outro lado, houve países que desceram de posições na classificação da Lista Mundial da Perseguição (LMP) 2022. A Turquia caiu 17 posições, do 25º lugar para o 42º. Já o Egito saiu do 16º lugar para o 20º, o Iraque foi do 11º para o 14º, e a Síria despencou do 12º para o 15º.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se