20.5 C
Vitória
domingo, 29 maio 2022

Comunhão completa 200 edições ininterruptas. Confira mais da história

No mês de abril, a Revista Comunhão alcançou a marca de 200 edições ininterruptas

Uma publicação capaz de debater os mais diversos assuntos à luz da Bíblia e com atualizada com informações do dia a dia das igrejas evangélicas do Espírito Santo e do cenário cristão brasileiro. Esta é a Comunhão, que alcança neste mês de abril a importante marca de 200 edições. A revista começou a sua jornada em 1997, com o nome de Dominical, uma publicação evangélica de 36 páginas em preto e branco. Pouco tempo depois, já com o nome de Comunhão, passou a contar com cores, mais páginas e um conteúdo ainda mais abrangente.

 Hoje, a maior publicação para o segmento gospel do Brasil, Comunhão persegue seu objetivo de ser a revista da família cristã capixaba, abordando, temas que blindem o núcleo de nossa sociedade, que é a família. “Temos lutado, mês a mês, para que cada paragrafo da revista seja um escudo que proteja nossas famílias dos vis ataques do mundo, que flexibilizam valores e banalizam o alicerces da  moral”. Esclarece o Diretor Executivo da Next Editorial e Editor da Comunhão. Nesses 200 edições ininterruptas, temas edificantes e sempre atuais. Vida cristã, capacitação de líderes, casamento, os grandes eventos musicais, a importância da família, a força da oração, as ações das igrejas e muitos outros assuntos apareceram nas milhares de páginas em todos essas anos. “1 milhão de evangélicos capixabas” matéria de capa da edição nº 58, foi um grande destaque no ano de 2002, assim como a revista seguinte, que tratou de “Ação Social Evangélica – Fé e obras”. Na edição nº 69, foi a vez de “Namorados para sempre”, com  dicas para se alcançar um casamento feliz. Em “Educação” (nº 102), a revista apontou como criar filhos á luz da Palavra, enquanto “O desafio de perdoar sem limites” (Nº 111) fez uma importante reflexão sobre o exercício do perdão. 

 Desde o seu início, a revista já deixava claro que também não deixaria de debater temas polêmicos, contudo, importantes para a família, igreja e sociedade. O problema do alcoolismo, por exemplo, foi discutido em julho de 2001. Meses depois, o testemunho “O Crente duas caras”. O fantasma do divórcio também foi pauta de matéria, na edição nº 63. “A invasão da pornografia” e seus impactos para a juventude foram expostos em setembro de 2004.  No mês seguinte, foi a vez de falar abertamente sobre as drogas, além da responsabilidade da Igreja no combate a esse mal. O tema “Sexo” foi tratado na edição 105 e ensinou como demos ter sexualidade abençoada por Deus.

 Os diversos ministérios foram impactados nessas 200 edições. Com “Ide”, em abril de 2005, a publicação trouxe o desafio de cumprir a ordem de Jesus. Em “Levita” (nº 123), Comunhão mostrou a realidade de quem é chamado para servir na adoração. Já em “Igreja virou divã?” (nº 146), a revista indagava a posição da Igreja contemporânea enquanto comunidade terapêutica. Antenada aos novos tempos, debateu “Igreja Online”, com estratégias sobre como ganhar vidas usando os recursos da era digital. Em junho de 2012 (nº 178), foi a vez de falar a respeito de como a Igreja tem cuidado dos jovens. Entrevistas de renomados escritores, pensadores, pastores, atletas, políticos, cantores e pesquisadores também marcaram Comunhão durante a sua trajetória. Marcio Valadão, Russel Shedd, Vitor Belfort, Chad Daniel, Ana Paula Valadão, Willian Douglas, Maurício Soares, (Outros) Thalles Roberto, Hernandes Dias Lopes, Marina Silva, Devi Titus, Gary Chapman e muitos outros dividiram suas histórias, sonhos, aspirações e trabalhos com os leitores da revista.

 

DEPOIMENTOS

 “Muito obrigado à revista Comunhão, nossa parceira de sempre. Nossa irmã e amiga, que sempre nos dá o braço, nos dá força. Muito do que sou hoje no Espírito Santo e no Brasil, eu devo à revista Comunhão”.

Thalles Roberto

 

“O Mário Fernando é um irmão para mim e a revista sempre me apoiou muito no Espírito Santo. Acredito em aliança, em relacionamentos que te levam a lugares que você jamais imaginou. Sozinho até podemos em algum lugar, mas acompanhado, Deus te leva muito mais longe”. 

Maurício Paes

 
“Quero parabenizar a Revista Comunhão por esta grande conquista, sei que ela é fruto da benção do Senhor sobre toda a equipe através de um trabalho sério, competente, profissional e aguerrido, trabalho que se revela através de uma dedicação diária em desenvolver conteúdos relevantes para a construção de uma visão cristã contemporânea.Esta conquista também revela o alcance da revista, hoje conhecida e reconhecida como uma publicação de excelência. 200 abraços para toda a equipe, 200 desejos de sucesso a todos, especialmente ao amigo Mário Fernando!Que a gente possa comemorar, 300, 400, 1000 edições da Comunhão!”.

Pastor Evaldo Carlos dos Santos

 

“Chegar ao número 200 é um feito! É também uma bênção de Deus e o resultado de um grande esforço de um valoroso time. Gostaria de parabenizar o diretor-executivo Mário Fernando de Souza e toda a equipe da Revista Comunhão”.

Renato Fleishner, editor da Mundo Cristão

 

“A Revista Comunhão é um exemplo de sucesso no mercado evangélico brasileiro! Não somente pela qualidade de seus textos, sua linha editorial, o projeto gráfico sempre moderno e agradável, mas também pela longevidade e força publicitária. Mesmo nos tempos mais difíceis no mercado, em especial entre os anunciantes, a Revista Comunhão jamais deixou de circular e de nos presentear com matérias interessantes e relevantes. Em diferentes empresas por onde passei, a Revista Comunhão sempre fez parte de meu plano de mídia e fico feliz por fazer parte de alguma forma nestes 20 anos desta publicação. Que venham mais 20 anos e aproveito para parabenizar o querido amigo Mário Fernando e toda sua competente equipe de profissionais!”.

Maurício Soares, diretor executivo da Sony Music 

 

“A Revista Comunhão é muito boa e muito bem trabalhada. Ela sempre apresenta bons textos e trata de assuntos importantes para quem acompanha o meio cristão. A revista está sempre muito atualizada e desejo que ela continue assim por mais 200 edições”.

Inard Oliveira, pastor da Igreja Assembleia de Deus em São Pedro, Vitória

 

“Quero parabenizar Comunhão por esta 200ª edição, revista séria, que está sempre divulgando a verdade, e que tem impactado seus eleitores com informações produzidas por profissionais competentes, voltadas ao público cristão. O grande diferencial da revista está na arte de informar, educar e também edificar vidas. Que Deus continue abençoando a diretoria dessa revista e toda equipe jornalística que, com competência, tem produzido este histórico de informações na mídia capixaba”.

Esmael Almeida, deputado estadual

 

“Como é bom acompanhar a missão e o sucesso da Revista Comunhão ao longo de 200 edições, vencendo desafios e trazendo para os leitores assuntos e debates de qualidade para as famílias cristãs. Parabéns a equipe, lideranças evangélicas e parceiros que com coragem contribuíram para a concretização deste ideal, pautado pelo compromisso com a ética e com a Palavra de Deus”.

Glauber Coelho, deputado estadual

 
“A edição de número 200 da Revista Comunhão, com uma tiragem excelente, é a certeza de que as famílias capixabas têm na Comunhão a forma de tratar dos assuntos cristãos e de interesse das pessoas, da fé, da religiosidade, enfim, de uma forma ética, de uma forma bem feita e informando com mais qualidade. As 200 edições atestam a força da revista e, certamente, terá ainda centenas de edições pela frente. Eu quero parabenizar toda a equipe da revista por alcançar essa marca com sucesso”.

Luciano Rezende, prefeito de Vitória

 

“No mundo globalizado a informação tornou-se uma ferramenta importantíssima para empresas, instituições e governos. Procurando ser esse veículo de comunicação para atender o universo evangélico, a revista Comunhão se constitui numa ferramenta não só de informação, mas também de divulgação, interface das denominações e sobretudo com um conteúdo de alta qualidade teológica”.

Pastor Ozenir Correa

 

“A Revista Comunhão é sinônimo da palavra ética cristã. O seu valor é imprescindível e inestimável, não só para o meio cristão, mas para toda a sociedade. Não importando a fé professada, a leitura é recomendável para todo leitor que tem apreço por informações de qualidade sobre áreas diversificadas. Com uma consistência elementar, a revista Comunhão é salutar para a nossa vida social”.

Gedelti Gueiros, pastor da Igreja Cristã Maranata

 

“Nestas 200 edições, quantos valores circularam com leveza e criatividade! Saúdo o veículo e a fé que foi – e sempre será – o motor das coisas do coração. Parabéns à revista e a toda equipe!”, Paulo Hartung.

 

“Sinto-me honrado de ter visto nascer a Dominical que precedeu a revista Comunhão e escrever nos doze primeiros números e perceber a aprovação de Deus refletida na existência desta publicação até agora! Um crescimento que se traduz não só em quantidade, mas também no alcance teológico interagindo com todas as correntes evangélicas. Parabéns ao Mário Fernando pela perseverança e a toda a equipe, em nome da Missão Praia da Costa”

Simonton Araujo, pastor da Missão Batista Praia da Costa

 
Chegar a marca de 200 edições veiculadas é para poucos, e a Revista Comunhão sobe ao pódio triunfando esse marco histórico, fazendo dela no meio da sociedade, um arauto diferenciado, proporcionando pérolas na edificação mental, física, emocional e espiritual da família Capixaba e quem sabe além mar. Aplausos para a R. Comunhão! Ela merece!

Ivonildo Teixeira, Pr. Emérito da Igreja do Nazareno-Praia de Itapoã, Vila Velha/ES. 

 

“Parabéns por mais uma vitória concedida pelo Senhor. A revista Comunhão é muito boa para a sociedade capixaba como um todo. Que todos os envolvidos nessa missão continuem fazendo do Senhor o seu alicerce e braço forte”. 

Oscar Domingos de Moura, pastor da Assembleia de Deus e presidente da CADEESO.

 

“Integrar o meio cristão não é fácil, mas com uma comunicação clara, objetiva, confiável e de excelente qualidade isso se torna mais eficaz. E é isso que as publicações da Revista Comunhão têm feito, tratando sempre de assuntos atuais de suma importância, com matérias ousadas e com um time de colunistas com excelente bagagem que traduzem nosso dia a dia. É muito prazeroso tomar um cafezinho tendo a companhia da Revista Comunhão e poder se alimentar de matérias saudáveis e construtivas! Parabéns pela comemoração da 200ª edição!”

Sérgio Henrique de Lima, diretor executivo da  Editora Vida

 

“É um prazer participar desta edição número 200 da Revista Comunhão, principalmente porque acompanho a revista desde o começo e sei das dificuldades de manter um trabalho assim por tanto tempo. Quero parabenizar a perseverança de todos que fazem parte do dia a dia da Comunhão, este veículo abençoado e que sempre mostra um conteúdo importante para seus leitores. Acredito que este número 200 venha coroar o trabalho de toda a equipe e tenho certeza que Deus continuará abençoando esta revista para que ela possa continuar evangelizando por muitos e muitos anos”.

Carlinhos Félix, cantor

 
“A Revista Comunhão é um veículo que aborda temas muito relevantes. Não são temas que dizem respeito somente à Igreja, mas que têm importância social. Com isso, a revista contribui para uma visão mais ampliada dos leitores. Tenho certeza que com isso a Comunhão alcança o público secular e também o laico”.

Aubério da Silva Brito, pastor da Igreja Presbiteriana Manancial, em Vila Velha 

 
A revista é um importante veículo para disseminar a cultura da paz, além dos princípios dos princípios cristão e valores da família.

Senador Ricardo Ferraço

“São 200 edições falando e profetizando o amor de Deus além de deixar todos bem informados sobre tudo que acontece, nos mantendo sempre em COMUNHÃO! Parabéns!”

Cláudia Fonte, diretora do segmento gospel da Som Livre

A escritura sagrada nos ensina que “Caminhamos pela fé e não pela visão” (2 Cor 5:7),e a Revista Comunhão traz sempre em suas páginas uma reflexão positiva para os capixabas em relação aos desígnios do Criador, e sobre a certeza que devemos ter de que tudo está em Suas mãos. É uma publicação que, em 200 edições, cumpre um papel fundamental, nos ajudando a construir uma sociedade mais humana e fraterna. A Comunhão plantou e cultiva a esperança na vida de milhares de pessoas. Parabéns a todos pelo sucesso! E que Deus abençoe essa caminhada de luz. 

Renato Casagrande

 

“A Comunhão tem um impacto muito grande na evangelização. A revista sempre está em parceria com as igrejas realizando eventos e ajudando a levar a palavra de Deus a quem precisa”

Ana Paula Valadão

 

 

 

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se