back to top
26.9 C
Vitória
domingo, 16 junho 2024

Como motivar a equipe da igreja

É fundamental chamar as pessoas que atuam na equipe para uma conversa franca e mostrar o que precisa ser ajustado. Foto: Freepik

Com a proximidade do fim de ano é comum bater o cansaço na equipe que trabalha na igreja. Nessas horas é fundamental criar estratégias para motivá-la.

Por Cristiano Stefenoni

Com a proximidade do fim de ano é comum bater o cansaço na equipe que trabalha na igreja. Nessas horas é fundamental a liderança criar estratégias para fomentar a confiança de todos, de modo que as atividades não caiam de produção nem percam a sua qualidade. E para isso, algumas estratégias, muito comuns no campo organizacional, podem ser úteis também na esfera eclesiástica.

Aliás, os números mostram isso. Uma pesquisa da consultoria Robert Half revela que 94% dos colaboradores consideram o papel da liderança fundamental no processo de ser motivado para realizar suas tarefas. Para a mentora de líderes, Carol Castro, é fundamental chamar as pessoas que atuam na equipe para uma conversa franca e mostrar o que precisa ser ajustado.

“O feedback é uma conversa necessária. Como costumo falar, o óbvio precisa ser dito. Por isso, esse momento entre colaborador e líder deve ser bem trabalhado e pensado para melhorar os próximos dias de trabalho”, afirma.

- Continua após a publicidade -

Além disso, a mentora lembra que confiança gera confiança e que a equipe precisa ter autonomia para atuar. “É sobre confiar nas pessoas que estão sob sua gestão, a ponto de considerar que, se o liderado não se sente seguro para tomar uma decisão, ele te procurará para alinhar os trabalhos e as expectativas”, afirma.

Dicas para gerar confiança e motivação na equipe da igreja

Seja claro ao passar suas orientações
Os líderes precisam informar à equipe da igreja, da maneira mais prática possível, o que espera que seja realizado. O segredo é traduzir a visão em um plano de ação, no qual possa ser criada uma rotina e uma padronização das tarefas a serem executadas, conforme o planejado.

Faça reuniões periódicas de feedback
É importante que os líderes das equipes façam feedbacks em períodos bem definidos. O feedback é uma conversa necessária. Por isso, esse momento entre colaborador e líder deve ser bem trabalhado e pensado para melhorar os próximos dias de trabalho. É necessário que todos saibam o que se espera deles e o que pode ser aprimorado a partir daquele momento.

Seja exemplo e trate todos bem
As atitudes que o líder espera que os liderados tenham também precisam partir dele. É preciso servir de exemplo e ter empatia. Não adianta pedir educação e, ao mesmo tempo, ser uma pessoa antipática. Um ambiente em que o líder tem congruência em suas atitudes é mais propenso a gerar bons resultados e colaboradores mais engajados e satisfeitos.

Descentralize a tomada de decisões
Os líderes precisam delegar funções para seus liderados, o que pode ajudar no engajamento e na satisfação dos colaboradores. Não é necessário ter o controle de tudo o tempo todo.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Publicidade

Comunhão Digital

Publicidade

Fique por dentro

RÁDIO COMUNHÃO

VIDA E FAMÍLIA

- Publicidade -