Começa a campanha de vacinação contra gripe

Foto: Reprodução

Após 50 mortes em 2019, alguns estados tiveram que antecipar o início da vacinação por causa de surtos imprevistos. Campanha vai até 22 de abril. Crianças e gestantes são prioridades para receberem a vacina

Começou nesta quarta (10) a campanha de vacinação contra a gripe em todo o país. Vacinação é destinada a grupos de pessoas mais vulneráveis ao vírus. A mobilização vai até 31 de maio em todo o país.

Nesta primeira fase, serão priorizadas crianças com idade entre 1 ano e 6 anos, grávidas em qualquer período gestacional e puérperas (mulheres até 45 dias após o parto). A escolha, segundo o ministério, foi feita por causa da maior vulnerabilidade do grupo.

A partir de 22 de abril, todo o público-alvo da campanha poderá receber a dose, incluindo trabalhadores da saúde, povos indígenas, idosos, professores de escolas públicas e privadas, pessoas com comorbidades e outras condições clínicas especiais, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, funcionários do sistema prisional e pessoas privadas de liberdade.

Até março deste ano já foram notificados 232 casos de influenza e a morte de 50 pessoas no país. Por isso, alguns estados tiveram que antecipar a campanha em cerca de 15 dias em relação aos anos anteriores. No Amazonas a vacinação começou em 20 de março.

Quem pode receber a vacina
  • Crianças de 6 meses a 5 anos de idade;
  • Gestantes e puérperas, isto é, mães que deram à luz há menos de 45 dias;
  • Idosos;
  • Profissionais de saúde, professores da rede pública ou privada, portadores de doenças crônicas, povos indígenas e pessoas privadas de liberdade;
  • Portadores de doenças crônicas (como HIV) que fazem acompanhamento pelo SUS também têm direito à vacinação gratuita.

*Com informações das agências


Leia mais

OMS lista as 10 grandes ameaças à saúde em 2019
Saúde no trabalho: bata esse ponto!