27.9 C
Vitória
domingo, 20 setembro 2020

Com reação à pandemia, alta dos desembolsos do BNDES é a maior desde 2009

Leia também

Anvisa autoriza que Pfizer dobre número de voluntários em testes para vacina

O laboratório informou que vai expandir o número de participantes do estudo para a vacina, chegando a cerca de 44 mil participantes

Fumaça do Pantanal que chega a SP pode agravar casos de doenças respiratórias

Outra recomendação que Cardenuto indica é a de evitar aglomerações, uma medida que já deveria ser cumprida em função do novo coronavírus

Lava Jato denuncia Cabral e Bezerra por propinas em contratos do DER

Segundo a peça, registros contábeis apreendidos com o operador de Cabral na Calicute mostram que Maciste efetuou, entre 2011 e 2017

Na comparação dos desembolsos trimestrais com iguais períodos de anos anteriores, sempre corrigindo pela inflação, a alta de 61,6% foi a maior desde o terceiro trimestre de 2009

Por Vinicius Neder (AE)

Chamado a atuar para mitigar o efeito da crise causada pela pandemia de covid-19 sobre as empresas, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) registrou no segundo trimestre a maior expansão de crédito desde 2009, quando aportes bilionários do Tesouro Nacional deram musculatura para a instituição de fomento atuar na recuperação da crise financeira internacional agravada em setembro de 2008.

Os desembolsos do BNDES para financiamentos ficou em R$ 17,658 bilhões, alta de 61,6% ante igual período de 2019, já descontado o efeito da inflação. No primeiro trimestre, a mesma base de comparação apontou um tombo de 44,3% nos valores liberados no primeiro trimestre, conforme dados divulgados nesta sexta-feira, 14, pelo banco de fomento, junto dos resultados financeiros.

Embora tenha registrado altas pontuais no quarto trimestre de 2018 e no primeiro trimestre de 2019, a trajetória dos desembolsos do BNDES tem sido de queda desde 2014. Ano passado, o banco liberou R$ 55,314 bilhões, o menor valor desde 1996, já descontada a inflação. Como proporção do Produto Interno Bruto (PIB), os desembolsos ficaram em 0,76%, menor nível da série histórica do BNDES, iniciada em 1995.

Na comparação dos desembolsos trimestrais com iguais períodos de anos anteriores, sempre corrigindo pela inflação, a alta de 61,6% foi a maior desde o terceiro trimestre de 2009. Naquele período, quando a expansão do BNDES turbinava a rápida recuperação da economia após a recessão do fim de 2008 ao início de 2009, a alta em relação ao terceiro trimestre de 2008 foi de 133,8%. Os desembolsos do BNDES fechariam 2009 com salto de 39,8%, para R$ 260 bilhões, pavimentando o caminho para os R$ 296 bilhões liberados em 2010, recorde na história do banco de fomento.

Ao apresentar os resultados financeiros do segundo trimestre, a diretora financeira do BNDES, Bianca Nasser, associou o crescimento nos desembolsos às linhas de crédito emergenciais. O banco informou que as contratações de novos empréstimos também subiram fortemente, somando R$ 20,7 bilhões no segundo trimestre, alta de 129% ante o mesmo período de 2019, sem descontar a inflação.

Segundo Bianca, não só os desembolsos, mas os valores de aprovações e consultas a novos empréstimos cresceram no acumulado em 12 meses até junho. “A partir do início deste ano, essa curva começou a apresentar crescimento em todas essas rubricas, tanto consultas, quanto aprovações e desembolsos”, afirmou a diretora.

A executiva chamou atenção, porém, para a composição dessas contratações, priorizando o financiamento a projetos de infraestrutura e para empresas de menor porte, focos do novo posicionamento do BNDES, menor e com menos subsídios. Os dados divulgados junto das demonstrações de resultados mostram R$ 11,2 bilhões em novos financiamentos contratados para a infraestrutura, 88% acima de igual período de 2019, de novo sem descontar a inflação.

A alta nos desembolsos no segundo trimestre já havia aparecido nos dados do Banco Central (BC). No segundo trimestre, o banco de fomento concedeu R$ 17,2 bilhões de crédito a empresas de todos os portes, como mostrou o Broadcast (sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado) há uma semana. O montante é 247,8% maior que o verificado no primeiro trimestre do ano, quando o surto de covid-19 ainda estava no início. Nas linhas de capital de giro, o avanço foi de 4.040,5%.

Nos dados do BC, a trajetória também era de queda, até a alta do segundo trimestre. No fim de 2015, ainda no segundo mandato de Dilma Rousseff (PT), o saldo das operações de crédito do BNDES somava R$ 633,4 bilhões. No encerramento de 2019, o valor ficou em R$ 382,4 bilhões.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

OMS alerta sobre aumento de casos e hospitalizações por covid-19

Maria Van Kerkhove comentou ainda que há uma tendência de aumento nos casos entre pessoas mais jovens

Informações distorcidas podem ter efeito negativo no combate à covid-19

Informação é da Organização Mundial da Saúde. Diretor-executivo da OMS, Michael Ryan, informou ainda que esta não será a última pandemia. Saiba mais!

SP registra 845 mil casos confirmados da covid-19 e 31.091 mortes pela doença

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), informou que cinco regiões do Estado progrediram no Plano São Paulo de quarentena heterogênea, da fase 4 laranja para a fase 3 amarela, menos restritiva

Pesquisa indica preferência por ensino híbrido nas faculdades após pandemia

O levantamento indica que 99,1% das instituições privadas migraram para o ensino remoto - nas públicas, o porcentual é de 41,8%

Câmara aprova projeto que afasta gestantes de trabalho presencial na pandemia

A relatora do projeto, Mariana Carvalho (PSDB-RO), ressaltou que, mesmo que haja medidas de proteção e higiene, as mulheres correm risco de se contaminar e ter complicações na gestação

A síndrome do distanciamento vai passar

Creia nisto: ainda há esperança. Você pode apreciar a beleza das flores, sentir seu perfume, voltar-se para Deus, e fazer a diferença em sua vida, e na vida de seu próximo

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

Live solidária: artistas em favor da Igreja Perseguida

Denominado de "Seja um com eles", a live solidária é um grito de ajuda a igreja perseguida. Paulo César Baruk, Rebeca Nemer, Eyshila, André Aquino são alguns dos convidados. Saiba mais!

Arte da Graça em casa; Conscientização do setembro amarelo

Em formato online, o evento une shows e workshops incentivando a tolerância, paz e música. Saiba mais!

Aquecimento Sepal 2020, com Edméia Williams e Rodrigo Gomes

Transmissão acontecerá nesta segunda-feira, 14 de setembro, às 19 horas. Saiba como participar!

Encontro nacional Renas: “Ser criança em tempos de incerteza”

É a 13ª edição do Encontro Nacional da Rede Evangélica Nacional de Ação Social (Renas). Evento, que acontece em outubro, será online. Saiba mais!
- Publicidade -

Plugue-se

Michelle Giarola: músicas e histórias do poder de Deus

Em um testemunho de fé, milagre e superação, Michele Giarola lançou seu primeiro álbum musical autoral, “A glória da segunda casa”

“Inesquecível”: a história da professora que morreu para salvar crianças

Filme vai contar a história da professora Heley de Abreu, que deu avida para proteger crianças de um incêndio, em Janaúba (MG). Saiba maiws!

Kemuel e Priscilla Alcântara conquistam Platina Triplo

Platina Triplo é uma certificação pelo grande alcance que as canções dos artistas tiveram nas plataformas digitais de música Nesta quinta-feira, 17, Kemuel e Priscilla...

Ajude um cego a ler a Bíblia e ter a vida transformada

A iniciativa quer distribuir a Bíblia para cegos em todo o Brasil e promover a acessibilidade para pessoas com deficiência visual. Saiba mais!