Coletivo Bereia: Combate a Fake news e religião

Foto: Reprodução

Fake news e religião: Jornalistas evangélicos lançam site para checar notícias religiosas e pronunciamentos de políticos cristãos

Preocupados em “reformar a informação”, um grupo de jornalistas evangélicos em parceria com a organização Paz e Esperança, lançou o Coletivo Bereia. Trata-se de um site dedicado à checagem de notícias e produção de conteúdo com foco em religião.

O conteúdo do site será atualizado diariamente. As notícias serão identificada com as etiquetas verdadeiro, impreciso, enganoso, inconclusivo e falso. Além das checagens, o site vai publicar artigos de opinião de especialistas na área de religião e comunicação.

A crescente onda de notícias falsas publicadas até entre mídias, organizações e lideranças cristãs, chamou a atenção para a necessidade da formação de um grupo que acompanhe e dedique-se à checagem de conteúdo. Seja em pronunciamentos de figuras públicas que associam sua atuação à religião ou àqueles publicados.

Conteúdos verdadeiros

A equipe do Bereia acompanha sites e portais (agências) de notícias gospel. Acompanha também pronunciamentos e declarações de políticos e autoridades cristãs de expressão nacional veiculados pelas mídias noticiosas, sociais ou expostos no Parlamento.

“Verificamos a notícia, o pronunciamento ou a declaração divulgadas são corretas e coerentes com os fatos apurados”, diz o site do coletivo Bereia.

Coletivo Bereia 

O nome Bereia tem um caráter simbólico. E faz parte de uma narrativa bíblica, baseada em Atos 17: 10-15. Trata-se da mensagem de Paulo e seus companheiros, que foi bem recebida na sinagoga judaica de Bereia, na Grécia. O texto registra um elogio aos bereanos, homens e mulheres, que mantiveram não apenas uma abertura em ouvir as Escrituras, mas de examiná-la.

“Os judeus que moravam em Bereia tinham a mente mais aberta que os de Tessalônica e ouviram a mensagem de Paulo com grande interesse. Todos os dias, examinavam as Escrituras para ver se Paulo e Silas ensinavam a verdade. Como resultado, muitos judeus creram, assim como vários gregos de alta posição, tanto homens como mulheres”.

O Coletivo Bereia é apoiado por Agência Latino Americana e Caribenha de Comunicação (ALC); Associação Mundial para a Comunicação Cristã – América Latina (WACC-AL, na sigla em inglês); Grupo de Pesquisa Comunicação e Religião da Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação (GP Comunicação e Religião – Intercom); e Paz e Esperança Brasil.

Cuidado com as notícias falsas na internet

Conheça o Coletivo Bereia
Tel/ whatsapp para informações e denúncias: (98) 92000-7205


leia mais

O perigo das fake news
Campanha alerta cristãos sobre fake news