22.8 C
Vitória
segunda-feira, 3 agosto, 2020

CNI aponta confiança de empresários em 10 setores industriais

Leia também

Justiça proíbe venda de livro que orienta castigo físico em crianças

A decisão é contra a circulação do livro "O que toda mãe gostaria de saber sobre disciplina bíblica", da escritora, Simone Quaresma.

Igrejas poderão contratar crédito subsidiado para pagar salários

Em maio, parlamentares ligados às igrejas evangélicas pediram apoio da área econômica do governo para conseguir acesso a empréstimos bancários. Saiba mais!

Contratações em linha com fundo de aval do BNDES já somam R$ 3,3 bi

Os empréstimos devem ser de, no mínimo, R$ 5 mil, e, no máximo, R$ 10 milhões por cliente em cada banco repassador. Saiba mais!

Órgão consultou 2.305 empresas entre 1º a 13 julho. Saiba mais!

O Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI) teve melhora em 29 dos 30 setores industriais pesquisados em julho, mas em apenas dez o indicador ultrapassou a linha divisória que indica confiança dos empresários com o mercado. Entre eles estão os setores de produtos de limpeza, farmoquímicos, móveis, alimentos e plásticos.

Os resultados setoriais da pesquisa foram divulgados hoje (28) pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). Os indicadores do ICEI variam de zero a 100 pontos. Quando estão acima dos 50 pontos mostram que os empresários estão confiantes. Valores abaixo de 50 pontos indicam falta de confiança do empresário.

Em julho, o ICEI da Indústria de Transformação alcançou 49,1 pontos, após crescer pelo terceiro mês consecutivo. A confiança aumentou em 25 dos 26 setores pesquisados nesse segmento, a exceção é biocombustíveis.

Desses 26 setores, os empresários estão confiantes em nove, sendo que em oito eles passaram a ficar confiantes (indicador acima de 50 pontos) em julho São eles: alimentos; químicos; sabões, detergentes, produtos de limpeza, cosméticos, produtos de perfumaria e de higiene pessoal; borracha; plástico; minerais não metálicos; outros equipamentos de transporte; e móveis. No setor de farmoquímicos e farmacêuticos, os empresários já estavam confiantes em junho.

O ICEI da Indústria Extrativa passou de 50,8 pontos em junho para 53,8 pontos neste mês. A extração de minerais não metálicos é o décimo setor que já passou da linha divisória que separa confiança da falta de confiança.

Já o ICEI da Indústria de Construção atingiu 46,3 pontos, após crescer 3,7 pontos em julho. É a terceira alta consecutiva do índice. Todos os três setores da construção considerados registraram crescimento do indicador, mas seguem abaixo dos 50 pontos.

A pesquisa da CNI consultou 2.305 empresas entre 1º a 13 julho, sendo 899 pequenas empresas, 845 médias e 561 grandes.

*Da Redação, com informações da Agência Brasil. 

- Continua após a publicidade -

Comunhão Digital

- Continua após a publicidade -

Fique Por Dentro

Helena Tannure e Alda Célia no Congresso Vitoriosas

É a terceira edição do evento, que é voltado para mulheres. O tema do Congresso Vitoriosas 2020 será Transformadas. Saiba mais! 

Lagoinha abre curso Linhas de ensino; Saiba mais!

As aulas das turmas do primeiro módulo do Curso Linha de ensino se iniciam a partir de 17 de agosto. Saiba mais!

Fórum literário: O absurdo, a esperança e mais além

Realizado desde 2016, o Fórum literário é um curso para peregrinar nos caminhos da arte e da fé cristã. Evento, que será online, começa hoje, 27. Saiba mais aqui! 

Marcha pra Jesus é cancelada em São Paulo

Por causa do coronavírus a prefeitura de São Paulo cancelou a Marcha para Jesus. O maior evento cristão do mundo ocorreria em 02 de novembro deste ano

Plugue-se

Vida após a morte em “O Céu é de Verdade”

"O Céu é de verdade" foi sucesso de bilheteria nos Estados Unidos, conta a história de uma criança que visita o paraíso em uma experiência de “quase morte”

Terceiro bloco do projeto “ASU”, de Priscilla Alcantara

Projeto, que conta com 12 canções, traz releituras de grandes sucessos de Priscilla Alcantara 

Thalles Roberto em novo momento na carreira, agora na Sony

Em live realizada nesta sexta-feira, 31, o artista anunciou a novidade já com lançamentos: "Tenho muita vontade de voltar a focar minha carreira no Brasil", declarou

“Um evangelho de esperança”, de Walter Brueggemann

Repleto de insights importantes sobre espiritualidade e cultura, Walter Brueggemann propõe reflexões sobre a relevância da fé cristã em meio aos desafios da sociedade contemporânea.