Chuva causa morte, desabamentos e alagamentos no Estado


A chuva forte atingiu a Grande Vitória e vários municípios do interior, causando morte na Serra e soterramento em Vitória. A previsão ainda é de pancadas de chuva para hoje (31/10) o dia inteiro.
Segundo o Centro de Meteorologia do Incaper ontem o volume de chuva no bairro Novo Horizonte, na Serra, chegou a 385,24 mm, enquanto em Jardim Camburi, em Vitória, foram 260 mm, enquanto no restante da capital 181,4 mm. No interior, Aracruz foi o município mais castigado, com 300 mm de chuva e Fundão com 200 mm.

Em seis horas o volume foi o esperado para outubro e novembro na Serra e em Vitória o dobro do esperado para novembro, o que causou transtornos.
Na Serra, o síndico de um condomínio em São Diogo II morreu após o muro cair sobre ele quando tentava desentupir um bueiro. Uma mulher grávida também ficou soterrada no Morro do Quadro, em Vitória, e foi retirada pelo Corpo de Bombeiros após seis horas sobre os escombros. O marido e dois filhos dela conseguiram sair dos escombros com a ajuda de vizinhos.

Por todos os bairros da Grande Vitória e interior, internautas divulgaram nas redes sociais fotos e vídeos registrados dos alagamentos e todo o caos causado pela chuva torrencial que atingiu o Estado no final da tarde de ontem (30/10). Hoje ainda houve transtornos para moradores dos bairros da Serra e muitos não conseguiram chegar ao trabalho.
A expectativa para o final de semana é de haja sol amanhã (1/11) e chuva fraca no domingo (2/11) Dia de Finados.