30.5 C
Vitória
sexta-feira, 4 dezembro 2020

China e Cuba nos Direitos Humanos da ONU?

Leia também

Com fim do auxílio, desigualdade pode voltar aos anos 80

O auxílio diminuiu a diferença de renda entre os mais pobres e os mais ricos, o que pode ser verificado pela redução do índice de Gini

Transformador reserva é enviado a Macapá

O Ministério de Minas e Energia, revelou que a empresa tem sinalizado que o equipamento pode ser ligado ainda na segunda quinzena deste mês

‘Rachadinha’ é empecilho para candidatura de Arthur Lira

As investigações apontam que a "rachadinha" na Assembleia de Alagoas ocorreu, em parte, quando Lira ocupava um cargo no Legislativo estadual

Apesar da perseguição religiosa, China e Cuba entram no Conselho de Direitos Humanos da ONU. A perseguição aos cristãos na China tem se intensificado cada vez mais

Países envolvidos em em violações da liberdade religiosa, como China e Cuba, foram eleitos pela Assembleia Geral das Nações Unidas para o Conselho de Direitos Humanos da ONU, de 47 membros, recebendo críticas de grupos de direitos humanos.

Na última terça-feira (13), a Assembleia Geral de 193 membros elegeu 15 países para servir em seu principal órgão de proteção dos direitos humanos em todo o mundo para os mandatos daquele ano. O conselho não apenas propõe resolução sobre questões de direitos humanos, mas também supervisiona investigações sobre violações da liberdade religiosa.

Entre os países eleitos para o painel estão aqueles incluídos pelo Departamento de Estado dos EUA em sua lista de países de particular preocupação por violações de liberdade religiosa ou em sua “lista especial de observação” de países que praticam ou toleram violações graves de liberdade religiosa.

Os assentos no Conselho de Direitos Humanos são alocados por região. De acordo com a Associated Press, a maioria dos 15 membros eleitos para o conselho na terça-feira foi eleita em disputas não contestadas.

Eleição

Em uma corrida disputada de cinco maneiras, a China — que supostamente deteve mais de 1 milhão de uigures e outros muçulmanos étnicos no oeste da China, além de manter campos de reeducação política, onde tortura física e psicologicamente prisioneiros de consciência — derrotou a Arábia Saudita

Antes da eleição de terça-feira, grupos de direitos humanos pediram aos Estados membros da ONU que se opusessem à eleição da China, Rússia, Arábia Saudita, Cuba, Paquistão e Uzbequistão, dizendo que os registros de direitos humanos desses países os tornam “desqualificados”.

De acordo com o UN Watch, a porcentagem de não-democracias no Conselho de Direitos Humanos da ONU agora aumentou para 60% dos assentos. Em 2018, os EUA retiraram-se do Conselho de Direitos Humanos da ONU quando a administração Trump acusou o corpo de ser uma “organização hipócrita e egoísta que zomba dos direitos humanos”.

“A eleição desses países para o Conselho de Direitos Humanos da ONU valida a decisão dos EUA de ter se retirado do Conselho em 2018 e usar outros meios para proteger e promover os direitos humanos universais”, afirmou o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, em um tweet.

Ao apontar que o governo chinês é responsável por “violações de direitos humanos em escala industrial” e “as mortes sob custódia de críticos pacíficos”, a diretora da Human Rights Watch China, Sophie Richardson, observou em um comunicado que a China perdeu 41 votos em sua contagem anterior em 2016, pois está sob escrutínio global em razão do tratamento que o Partido Comunista Chinês dá a grupos religiosos, como cristãos e muçulmanos.

“A oposição vocal às terríveis violações dos direitos humanos do governo chinês também está crescendo em outros fóruns da ONU”, escreveu Richardson. “Em outubro de 2019, 23 governos atacaram a China por causa de seus abusos em Xinjiang no Terceiro Comitê da Assembleia Geral; um ano depois, esse número subiu para 40 e a substância foi ampliada para atender às preocupações sobre Hong Kong e o Tibete”.

Cuba

Cerca de 85 grupos cubanos de direitos humanos e organizações de mídia independentes em uma carta aberta condenaram a eleição de Cuba ao seu quinto mandato no conselho, segundo o Diario de Cuba.

Cuba, que recebeu 170 votos, foi colocado na “lista especial de vigilância” do Departamento de Estado de países que praticam ou toleram violações graves da liberdade religiosa em dezembro passado e tem sido regularmente acusado de prender líderes religiosos e defensores da democracia.

Os grupos argumentaram que a continuação da eleição de Cuba para o conselho “mina a integridade do conselho” para responsabilizar governos abusivos.

“As nações que têm a honra de servir no Conselho devem se comprometer com o direito internacional dos direitos humanos”, insistiram. “Os membros do Conselho devem assegurar que Cuba não se esquive da responsabilidade por sua própria conduta ou use sua sede para enfraquecer essas normas internacionais”.

*Com informações de The Christian Post

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Rodolfo Abrantes canta “Temos Tempo”

Além de um clipe no Youtube, canção, que tem autoria de Rodolfo Abrantes, está disponível em todas as plataformas de música

Fé contra a covid-19

Em Cariacica (ES), a vida de um pastor, que está na batalha contra a covid-19 há 22 dias, estimulou um grupo de evangélicos a orar em frente ao hospital. Saiba mais!

Anderson Freire e Elaine Martins em Humilde Rei

Foi a primeira vez que os cantores gravaram juntos

Wilson Witzel é batizado em igreja evangélica

O batismo ocorreu um dia antes de Witzel protocolar sua defesa no tribunal misto, que julga o processo de impeachment dele. Saiba mais!

Da Cracolândia para missões

Conhecida como a ex-bruxa da Cracolândia, Silvia Regina escreve mais um capítulo de sua história ao receber o diploma de missões. Saiba mais!

Valdemiro Santiago em crise financeira e familiar

Desde que teve os bens penhorados pela justiça, fundador e líder da Igreja Mundial, Valdemiro Santiago, tem passado por uma crise financeira e agora familiar. Saiba mais!

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

Conferência Paixão pela Juventude 2020

Realizado pela Juventude Batista Brasileira, evento será online e acontece em duas datas. A primeira será neste sábado, 28, e a segunda, dia 5 de dezembro. Saiba mais!

Miniconferência on-line: “Fé e Ciência para Corpos e Mentes”

Cientistas cristãos brasileiros respondem questões de fé e ciência para corpos e mentes. Tema será abordado na mini Conferência online. Saiba mais!

Seminário de ciências bíblicas em edição virtual; começa hoje

Realizado há 20 anos pela Sociedade Bíblica do Brasil, evento incentiva o estudo e capacita líderes sobre o uso da Bíblia.

Grandes artistas do Brasil no “BH profetiza”

Realizado pela cantora Camila Campos, O BH profetiza vai reunir diversos cantores, entre eles Weslei Santos, Gai Sampaio, pastora Helena Tannure e outros. Evento será transmitido ao vivo, nesta terça-feira, 17 
- Publicidade -

Plugue-se

Novo álbum musical do Missionário R. R. Soares

O álbum "Em O nome de Jesus", com 12  músicas inéditas, foi lançado depois de cinco anos. Primeiro single do projeto está disponível em todas as plataformas e Youtube

Wilson Witzel é batizado em igreja evangélica

O batismo ocorreu um dia antes de Witzel protocolar sua defesa no tribunal misto, que julga o processo de impeachment dele. Saiba mais!

3 palavrinhas é indicado ao premio Gerando Salvação

Na categoria “Projeto Infantil”, o 3 palavrinhas, que é considerado o maior canal infantil gospel do mundo, concorre ao lado de Aline Barros e outras estrelas do segmento. Saiba mais!

Saiba mais sobre o cristianismo em alguns livros

No Dia do Evangélico Comunhão selecionou 10 livros para estudar e conhecer mais sobre o cristianismo. Saiba mais!