27.7 C
Vitória
sexta-feira, 12 abril 2024

Chefe da Red Bull ironiza declaração de Russell

Chefe da Red Bull ironiza declaração de Russell e diz que equipe não está 'se poupando' - Foto: XPB Images
Chefe da Red Bull ironiza declaração de Russell e diz que equipe não está 'se poupando' - Foto: XPB Images

Horner ironizou a declaração dizendo que Russell “está sendo generoso”, e foi logo lembrando do domínio recente da Mercedes

A superioridade da Red Bull é tão grande neste início de temporada da Fórmula 1 que as equipes adversárias já não sabem o que fazer para tentar competir com Max Verstappen e Sérgio Perez George Russell, da Mercedes, disse em entrevista à BBC que os rivais têm sete décimos de vantagem sobre as demais equipes por volta e que estão “se segurando” nas corridas para não demonstrar tamanha vantagem. Chefão da escuderia austríaca, Christian Horner ironizou as declarações.

Com vitória nas três corridas da temporada e duas dobradinhas, no Bahrein e na Arábia Saudita, a Red Bull tem 58 pontos de vantagem na disputa do Mundial de Construtores sobre a Aston Martin, segunda colocada, o que levou George Russell à conclusão que até diminuíram o ritmo no GP da Austrália, apesar de Perez não ter ido ao pódio.

“Com certeza eles estão se segurando. Acho que têm vergonha de mostrar todo o seu potencial. Eu acho que, realisticamente, eles provavelmente têm vantagem de sete décimos sobre o resto do pelotão”, afirmou o piloto da Mercedes ao podcast Checkered Flag “A Red Bull não tem motivos para pressionar, dada a velocidade bruta de seu carro. Não sei como é a diferença de ritmo no momento, mas Max não tem motivos para forçar, nem a Red Bull.”

Horner ironizou a declaração dizendo que Russell “está sendo generoso”, e foi logo lembrando do domínio recente da Mercedes nos sete títulos de Lewis Hamilton. “Ok, isso é muito generoso da parte dele. Mas de todas as equipes, a sua saberia muito bem sobre esse tipo de vantagem”, afirmou, lembrando a fase vencedora da adversária entre 2014 e 2021.

- Continua após a publicidade -

O dirigente aproveitou para garantir que seus pilotos não estão “escondendo o jogo” nas provas, apesar de admitir que em certo momento na Austrália houve uma e conomia do equipamento para evitar desgastes de pneu e motor.

“Há sempre um elemento de gerenciamento que acontece em qualquer corrida. Por ser uma corrida de uma parada, e uma parada muito cedo, é claro que havia um elemento de gerenciamento de pneus que estava acontecendo, que era o que eles estavam fazendo”, enfatizou o chefe da Red Bull. “Mas não estávamos segurando sete décimos por volta porque não queríamos mostrar.”

Com informações Agência Estado

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Publicidade

Comunhão Digital

Publicidade

Fique por dentro

RÁDIO COMUNHÃO

VIDA E FAMÍLIA

- Publicidade -