28.8 C
Vitória
terça-feira, 23 abril 2024

CESAN anuncia o maior pacote de obras de saneamento básico da história do ES

Fonte: Cesan

As estatísticas recentes do Instituto Trata Brasil apontam que quase 100 milhões de brasileiros não têm acesso à coleta de esgoto

Quase 35 milhões não têm acesso à água tratada. Uma das consequências disso é que, em 2021, o Brasil teve mais de 130 mil internações por doenças de veiculação hídrica. Nesse contexto, e para mudar essa realidade, a lei do Marco Legal do Saneamento (Lei nº 14.026/20) estabeleceu que até 2033 haja uma universalização dos serviços de saneamento básico de maneira que 99% da população brasileira tenha acesso à água potável e 90%, ao tratamento e à coleta de esgoto.

Essa iniciativa é reparatória diante de um cenário alarmante, em que a Organização das Nações Unidas (ONU) alerta que, em 2050, se nada mudar, apenas um quarto da humanidade vai dispor de água doce e limpa. Desse modo, as medidas tomadas provocam não somente a conscientização e melhoria na qualidade de vida dentro dos próximos 10 anos, como também viabilizam a vida das próximas gerações.

A situação do país em contraponto com a meta estabelecida pelo Governo Federal demanda a união dos entes públicos e privados no objetivo de universalizar a oferta de água potável e tratamento de esgoto. Esse contexto evidencia que as ações dos governos de cada estado brasileiro precisam ser intensificadas. No estado do Espírito Santo, a CESAN (Companhia espírito-santense de saneamento) já conta com um notório avanço neste ano de 2023. Isso porque a companhia apresentou o maior pacote de investimentos já realizado no setor de saneamento no estado, em evento realizado no Palácio Anchieta, em Vitória, no dia 22 de março, que marca o Dia Mundial da Água.

Vale ressaltar o impacto significativo que as ações da CESAN possuem no estado, visto que a companhia atende a 53 dos 78 municípios espírito-santenses, por delegação do Governo do Estado e por meio de contratos de programa com os municípios capixabas. Além disso, a empresa tem 92 Estações de Tratamento de Água (ETAs), que produzem uma média de 8.070 l/s (litros por segundo). O sistema de esgotamento sanitário é composto por 101 Estações de Tratamento de Esgoto (ETEs), que têm capacidade para tratar 4.231 l/s.

- Continua após a publicidade -
CESAN anuncia o maior pacote de obras de saneamento básico da história do ES
“Nós sabemos que investir em saneamento é investir em vida, é investir em saúde” – Munir Abud de Oliveira, presidente da CESAN

Com esse novo pacote lançado em março, o presidente da CESAN, Munir Abud de Oliveira, afirma que 4,3 bilhões de reais que serão investidos até 2027 para melhorar a qualidade da água e fornecer tratamento de esgoto a toda a população. De acordo com o governador do estado, Renato Casagrande, os investimentos entre 2019 e 2022 ultrapassaram 1 bilhão de reais, dado significativo, mas a intenção é triplicar esse investimento nos próximos 5 anos.

Diante dessa iniciativa, o estado cresce no ranking nacional e é colocado em posicionamento de referência. “A Cesan está preparada para transformar a realidade das cidades em que atua, com obras de infraestrutura sanitária de água e de coleta e tratamento de esgoto, melhorando a qualidade e a saúde de centenas de famílias capixabas. Nesse momento em que estamos aqui, a Companhia está com equipes nas ruas de ponta a ponta do Estado, empenhadas, trabalhando para atingir as metas do novo marco legal até 2030 e alçar o Espírito Santo às melhores posições do ranking nacional”, afirmou o presidente da companhia, Munir Abud de Oliveira.

O projeto já está em execução. Atualmente, há 1,2 bilhão de reais de obras sendo executadas pela CESAN. Assim, o estado do Espírito Santo assume posicionamento de referência no cumprimento das metas de universalização. O estado tem trabalhado com uma margem de avanço que o coloca em vantagem com relação ao período estabelecido pela lei, que é de 10 anos, tendo em vista a intensificação centralizada nos próximos 5 anos.

Esse valor de R$ 1,2 bilhão está concentrado em 26 municípios onde a CESAN atua. A companhia especifica que R$ 736,8 milhões estão investidos em obras na Grande Vitória, precisamente em Vila Velha, Serra, Cariacica e Viana. Entre as ações detalhadas, Em Cariacica as melhorias são de Ampliação do Sistema de Esgotamento Sanitário Bandeirantes e Melhoria e monitoramento da barragem Duas Bocas. Na Serra, as obras acontecem para ampliação e melhorias na Estação de Tratamento de Água Carapina e ampliação e melhorias na Estação de Tratamento de Esgoto Manguinhos.

Em Vila Velha, as obras são de Ampliação e do serviço de coleta e tratamento de esgoto na cidade e melhorias na Estação de Tratamento de Água Cobi. E em Viana também já teve início a obra de ampliação do serviço de coleta e tratamento do esgoto. Além disso, nos municípios de interior, as obras de esgoto e água somam R$ 516,3 milhões em execução.

O saneamento básico proporciona melhorias significativas na saúde pública, mas impacta também nos demais aspectos como a educação e a economia, indispensáveis para a manutenção da vida da população. “A gente sabe que crianças bem tratadas, crianças sem problemas advindos de uma água de qualidade bem tratada vão para a escola. Nós sabemos que há, inclusive, uma valorização do metro² quando há saneamento básico, e sabemos que investir em saneamento é investir em vida, é investir em saúde”, aponta o presidente da CESAN, Munir Abud de Oliveira, ao reforçar que todos são beneficiados com esse investimento.

Com informações da assessoria Cesan.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Publicidade

Comunhão Digital

Publicidade

Fique por dentro

RÁDIO COMUNHÃO

VIDA E FAMÍLIA

- Publicidade -