17.7 C
Vitória
segunda-feira, 27 junho 2022

CEO da Portas Abertas é nomeado para Comissão de Liberdade Religiosa

David Curry , Ceo da Postas Abertas, lidera a Comissão de Liberdade Religiosa dos EUA - Foto: Portas Abertas EUA

David Curry orientará o governo americano na política externa de combate à perseguição religiosa ao redor do mundo

Por Patricia Scott 

O CEO da Missão Portas Abertas, Dr. David Curry, foi nomeado pelo governo dos EUA para liderar a Comissão de Liberdade Religiosa dos Estados Unidos (USCIRF, na sigla em inglês). A entidade, criada pelo congresso americano, é independente do governo federal. Ela tem como objetivo monitorar, analisar e informar sobre a liberdade religiosa em ao redor do mundo. A instituição missionária celebrou o anúncio como uma importante conquista na luta pelos direitos religiosos.

“Eu estava na África Oriental e testemunhei em primeira mão a intolerância vivida pelas minorias religiosas. O governo dos Estados Unidos tem um papel a desempenhar no incentivo e apoio à liberdade religiosa em todo o mundo, e espero ajudar a USCIRF enquanto aconselho o governo nesse papel”, detalhou David Curry, após a nomeação.

Para exercer a nova função, ele pediu oração aos cristãos. “Desejo suas orações enquanto sirvo nesta Comissão, tanto para mim quanto para meus colegas Comissários – para que ajudemos a fazer a diferença para que todos, independentemente de fé ou não, possam viver suas vidas em paz”.

David lembrou que em muitos países, atualmente, exercer o direito fundamental de praticar sua fé tem um preço terrível. “As pessoas em todos os lugares devem ter liberdade para adorar e viver suas convicções religiosas pacificamente, sem medo de governos, extremistas ou pressão cultural. Estou honrado em servir nesta comissão bipartidária”.

David Curry pediu orações aos cristãos devido à nova função – Foto: Portas Aebrtas EUA

Cabe ao presidente ou a liderança dos partidos políticos, no Senado e na Câmara, designar os representantes que serão os comissários da Comissão de Liberdade Religiosa. O trabalho deles é fazer recomendações de política externa, que tenha foco no combate à perseguição e promova os direitos de religião, ao Presidente, ao Secretário de Estado e ao Congresso.

“Essas nomeações não poderiam vir em melhor hora. A liberdade religiosa é um direito que pertence a todos, em todos os lugares, o tempo todo, e é um direito que está constantemente sob ataque”, opinou Sam Brownback, ex-embaixador-geral dos EUA para a Liberdade Religiosa Internacional e o membro sênior da Portas Abertas.

Sam Brownback analisou que a “USCIRF desempenha um papel fundamental ao relatar ao Congresso e à Administração as violações da liberdade religiosa em todo o mundo e ao fazer recomendações de políticas para lidar com essas violações”.

Com informações Open Doors 

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se