back to top
20.5 C
Vitória
quinta-feira, 23 maio 2024

Centenas de judeus messiânicos cantam ‘Isaías 61’ em local de massacre

Foto: Reprodução/All Israel News Staff

“Quando observamos um momento de silêncio, ouvimos os pássaros cantar. Era como se Deus estivesse dizendo: ‘Eu trago os pássaros, a vida e a esperança de volta'”

Por Patricia Scott

Em Israel, um grupo de judeus messiânicos de várias estive reunido em um cântico de oração. O ato de fé e esperança aconteceu na cidade de Sderot, que fica cerca de um quilômetro da fronteira com Gaza. A iniciativa faz parte da campanha #SetTheCaptivesFree #Isaiah61. 

Na cidade invadida por terroristas do Hamas, em 7 de outubro de 2023, 300 messiânicos cantaram as palavras da passagem bíblica de Isaías 61. O momento ocorreu no local da antiga delegacia, que foi atacada pelo Hamas. Mais de 30 policiais e civis foram mortos.

“Neste tempo de guerra, Deus é um Deus de paz. No olho do furacão, quando há tanto tumulto e guerra ao nosso redor, Deus nos protege”, disse Tony Sperandeo, pastor da congregação haMayaan, em Kfar Saba, um dos organizadores do encontro. Ele foi o responsável por musicalizar as palavras de Isaías 61.1-3, que destacam a libertação de prisioneiros, segundo as Escrituras.

- Continua após a publicidade -

Tudo o que resta hoje no local da antiga delegacia é um terreno devastado com vergalhões retorcidos saindo do chão, cercado por paredes ainda com buracos de bala recentes. Há ainda uma menorá com velas memoriais acesas em homenagem às vítimas, além de um enorme mural pintado relembrando os acontecimentos trágicos, garantindo que a memória deste acontecimento trágico nunca seja esquecida.

A jornada de oração que realizaram diante da delegacia em Sderot, de acordo com o líder religioso, foi o momento mais marcante do encontro. “Fomos lá, cerca de 300 pessoas, para louvar o Senhor. Ele me guiou para proclamar Boas-Novas aos que têm o coração quebrantado, libertação para os prisioneiros e consolo para os que choram em Sião. Quando observamos um momento de silêncio, ouvimos os pássaros cantar. Era como se Deus estivesse dizendo: ‘Eu trago os pássaros, trago a vida de volta, trago esperança de volta’.”

Além de Sderot, os judeus messiânicos também estiverem em Re’im, lugar onde estava lotado de jovens que participavam de uma festa e foi tragicamente atacado pelo Hamas. No local, 364 pessoas foram brutalmente assassinadas e 40 sequestradas. “A atmosfera lembrava a de um cemitério, permeada pelo espírito de homicídio e morte”, contou Tony.

Eles pediram a Deus conforto, misericórdia, graça e restauração que o Senhor prometeu pela boca do profeta Isaías há mais de 2.700 anos. “Louvamos ao Senhor e oramos pela cura das feridas. Sentimos o direcionamento do Senhor para invocar o sangue de Yeshua sobre eles, pois o sacrifício de Yeshua, o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo, tem um poder superior a qualquer outro. Então, retornamos para casa em paz”, relatou testemunhou o pastor. Com informações All Israel News e Cvandaag

Assista ao especial momento de fé e esperança

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Publicidade

Comunhão Digital

Publicidade

Fique por dentro

RÁDIO COMUNHÃO

VIDA E FAMÍLIA

- Publicidade -