23.9 C
Vitória
segunda-feira, 21 setembro 2020

Caso Linhares – Juliana é absolvida e George vai a júri popular

Leia também

Anvisa autoriza que Pfizer dobre número de voluntários em testes para vacina

O laboratório informou que vai expandir o número de participantes do estudo para a vacina, chegando a cerca de 44 mil participantes

Fumaça do Pantanal que chega a SP pode agravar casos de doenças respiratórias

Outra recomendação que Cardenuto indica é a de evitar aglomerações, uma medida que já deveria ser cumprida em função do novo coronavírus

Lava Jato denuncia Cabral e Bezerra por propinas em contratos do DER

Segundo a peça, registros contábeis apreendidos com o operador de Cabral na Calicute mostram que Maciste efetuou, entre 2011 e 2017

Segundo a Justiça, não existem indícios suficientes de autoria ou de participação na morte de Joaquim e Kauã, 3 e 6 anos no incêndio em Linhares em abril de 2018

Georgeval Alves, pai de Joaquim Alves, de 3 anos, e padrasto de Kauã Salles Butkovsky, de 6 anos, vai a júri popular conforme decisão do juiz responsável pelo caso, André Bijos Dadalto, da 1ª Vara Criminal de Linhares.

Relembre como foi a prisão George Alves

Conhecido popularmente como George, o acusado vai responder por homicídio duplamente qualificado, estupro de vulneráveis e tortura. O pai dos meninos foi absolvido do crime de fraude processual. O juiz também negou a revogação da prisão preventiva, não permitindo que George recorra da decisão de pronúncia em liberdade.

Já Juliana Salles, esposa de George e mãe de Joaquim e Kauã, está em liberdade desde o final de janeiro. Após ter sido detida por duas vezes, Juliana foi absolvida pelo magistrado.

Segundo a decisão, “não existem indícios suficientes de autoria ou de participação da mãe das crianças em relação aos crimes de estupro de vulneráveis e homicídio simples, na forma omissiva”. Ela também foi absolvida do crime de fraude processual.

Os irmãos Joaquim e Kauã, de 03 e 06 anos, respectivamente, foram mortos carbonizados no dia 21 de abril do ano passado, na residência onde moravam com a família, em Linhares. Segundo a Polícia Civil, Georgeval Alves estuprou, agrediu e queimou as crianças ainda vivas. Juliana Salles não estava em casa no dia do crime, mas foi acusada de omissão pelo Ministério Público do Espírito Santo (MPES).

Líder de igreja

O caso chocou o país quando a polícia declarou suspeitar que o incêndio pudesse ter sido causado pelo casal que, na região, eram conhecidos como pastores de uma igreja evangélica. No entanto, os então líderes não eram reconhecidos pela Convenção Batista Brasileira nem, tão pouco pelos pastores locais. O pastor Ebenezer Ferreira Silva, que lidera há 25 anos a Igreja Batista Novo Horizonte em Linhares, desconhecia George e tão pouco a instituição que ele pastoreava.

“Nós estamos perplexos com a situação, isso nos deixa estarrecidos. Um pastor escandalizar o evangelho por cometer um pecado já é algo lamentável. Um pastor cometer crimes hediondos é algo inimaginável para qualquer cristão que busque seguir os passos de Jesus. Especialmente, quando olhamos para a Bíblia e vemos que o pastor deve ser um exemplo para os fiéis. Espero que a justiça seja feita e que ele pague a sua pena”, declarou.

O Conselho Estadual de Igrejas Evangélicas do Estado do Espírito Santo (CEIGEVES) representa 10 mil pastores dos 78 municípios capixabas chegou a se manifestar. “Pedimos imediata dissociação nas coberturas jornalísticas entre a conduta do agente George Alves e o ofício sacerdotal, a fim de cessar violação a honra, a imagem e humilhação alheia ao honroso ofício sacerdotal”, diz a nota.


leia mais

Caso Linhares volta a causar indignação no Espírito Santo
Caso Linhares – 36 testemunhas serão ouvidas
Caso Linhares – depoimento de pastor será investigado

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Caso Linhares (ES) – Justiça manda soltar Juliana Sales

Juliana havia conseguido na Justiça a liberdade provisória em novembro de 2018, mas foi presa uma semana depois em Cariacica (ES).  A mãe dos irmãos...

Caso Linhares volta a causar indignação no Espírito Santo

Após ser presa por omissão, Juliana Salles, a mãe dos meninos mortos no incêndio de Linhares, foi solta na manhã quinta-feira (08), motivando um protesto que...

Caso Linhares – 36 testemunhas serão ouvidas

George Alves, pai e padrasto dos meninos, foi acusado de estuprar, agredir e queimar as crianças vivas, dentro de casa. A mãe, Juliana Sales,...

Caso Linhares – Juliana Salles pode estar grávida

Presa desde o dia 20 de junho, por conduta omissa pela morte dos filhos, Juliana tem apresentado sintomas de gravidez. A mãe dos irmãos Joaquim, de 03...

Caso Linhares – manifestação por justiça marcam 2 meses

O objetivo da manifestação era pedir leis mais rígidas para crimes e abusos contra crianças e adolescentes, além de alertar as autoridades para a...

Caso Linhares – depoimento de pastor será investigado

Abisaí Junior é amigo de Juliana Salles e Georgeval Alves. O depoimento que deu à polícia dias após a morte dos meninos Kauã e...

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

Live solidária: artistas em favor da Igreja Perseguida

Denominado de "Seja um com eles", a live solidária é um grito de ajuda a igreja perseguida. Paulo César Baruk, Rebeca Nemer, Eyshila, André Aquino são alguns dos convidados. Saiba mais!

Arte da Graça em casa; Conscientização do setembro amarelo

Em formato online, o evento une shows e workshops incentivando a tolerância, paz e música. Saiba mais!

Aquecimento Sepal 2020, com Edméia Williams e Rodrigo Gomes

Transmissão acontecerá nesta segunda-feira, 14 de setembro, às 19 horas. Saiba como participar!

Encontro nacional Renas: “Ser criança em tempos de incerteza”

É a 13ª edição do Encontro Nacional da Rede Evangélica Nacional de Ação Social (Renas). Evento, que acontece em outubro, será online. Saiba mais!
- Publicidade -

Plugue-se

Vídeos sobre a Bíblia alcançam 1 milhão de pessoas no Tik Tok

Produzidos por Jey Reis, 17 anos, os vídeos diários, que são publicados no Tik Tok, falam sobre Jesus. Saiba mais! !

“Inesquecível”: a história da professora que morreu para salvar crianças

Filme vai contar a história da professora Heley de Abreu, que deu avida para proteger crianças de um incêndio, em Janaúba (MG). Saiba maiws!

Kemuel e Priscilla Alcântara conquistam Platina Triplo

Platina Triplo é uma certificação pelo grande alcance que as canções dos artistas tiveram nas plataformas digitais de música Nesta quinta-feira, 17, Kemuel e Priscilla...

Ajude um cego a ler a Bíblia e ter a vida transformada

A iniciativa quer distribuir a Bíblia para cegos em todo o Brasil e promover a acessibilidade para pessoas com deficiência visual. Saiba mais!