26.3 C
Vitória
segunda-feira, 6 abril, 2020

EUA: Pastores aprovam união homo afetiva

- Continua após a publicidade -

Mais lidas

PIB da China deve ter no 1º trimestre a primeira queda em 40 anos, diz estudo

O Produto Interno Bruto (PIB) da China deverá registrar no primeiro trimestre a sua primeira queda em quarenta anos, mostra o estudo "Perspectivas do Desenvolvimento Econômico Chinês pós-Covid-19 e impactos para a economia brasileira"

Plataforma Inteligente no combate ao coronavírus no ES

O Centro de Comando e Controle para Ações e Prevenção ao Coronavírus no Estado do Espírito Santo lançou uma Plataforma Inteligente contra a Covid-19. Saiba mais!

Rainha Elizabeth II: “dias melhores virão”

Em 68 anos de reinado este foi o quinto discurso realizado por Elizabeth II, que destacou o esforço dos profissionais do sistema público de saúde na luta contra o covid-19

Igrejas de Cuba terão espaço na televisão nacional

Os evangélicos cubanos de diferentes denominações haviam compartilhado através das redes sociais um pedido dirigido ao Instituto Cubano de Rádio e Televisão (ICRT) , para incluir conteúdo cristão em sua programação regular.

Segundo estudo da LifeWay Research, o número de pastores nos EUA que apoiam a união homo afetiva cresceu

Um novo estudo da LifeWay Research revelou um dado interessante e ao mesmo tempo preocupante. Nos EUA cresceu o número de pastores que aprovam a união homo afetiva. Apesar de a maioria ainda apoiar a instituição família e o casamento entre homem e mulher como ensina a Bíblia.

Apenas cerca de 8% dos pastores dizem que não têm problemas com o casamento entre pessoas do mesmo sexo. E sua porcentagem permanece a mesma desde 2010, de acordo com esta nova pesquisa. No entanto, o apoio entre os principais pastores, para o casamento entre pessoas do mesmo sexo saltou de um terço (32%) em 2010 para quase metade (47%) em 2020.

A pesquisa

O estudo sugere que os pastores presbiterianos ou reformados (49%), metodistas (47%), luteranos (35%) e os da Igreja de Cristo (20%) têm maior probabilidade de não ver nada de errado com o casamento entre pessoas do mesmo sexo do que os Batistas (3%) ou pastores pentecostais (1%).

O estudo também indica que os pastores brancos (27%) têm mais chances de ver nada de errado no casamento entre pessoas do mesmo sexo do que os pastores afro-americanos (15%) ou pastores de outras etnias (6%).

Além disso, sugere que aqueles com doutorado (27%) ou mestrado (32%) têm maior probabilidade de apoiar o casamento entre pessoas do mesmo sexo do que os pastores com um diploma de bacharel (9%) ou sem diploma (6%).

Os resultados da pesquisa também mostram que os pastores de igrejas com menos de 50 participantes (33%) são mais propensos a apoiar o casamento entre pessoas do mesmo sexo do que aqueles em igrejas com 100 ou mais participantes (19%).

Tradição denominacional

Scott McConnell, diretor executivo da LifeWay Research, diz que os dados devem ser interpretados com cautela. “A estabilidade na visão dos pastores evangélicos significa que não houve crescimento na aceitação do casamento entre pessoas do mesmo sexo entre eles ou que os pastores que não têm mais reservas morais sobre ele não se identificam mais como evangélicos”, afirma.

Segundo McConnel, o movimento que se vê entre as opiniões dos pastores sobre o casamento entre pessoas do mesmo sexo tem menos a ver com a tradição denominacional do que a visão da Bíblia.

“Um distintivo evangélico é a autoridade suprema que a Bíblia tem sobre as crenças, apesar de mudar as perspectivas culturais. Não é surpreendente, então, que pastores de diferentes denominações continuem a ver o casamento entre pessoas do mesmo sexo como errado por essas lentes”, explicou.

Divisão na igreja

No mês passado, os líderes da Igreja Metodista Unida propuseram um plano que dividiria formalmente a denominação após anos de divisão sobre clérigos LGBT não celibatários e casamento entre pessoas do mesmo sexo. A ideia era a formação de uma nova denominação para os metodistas que mantêm um entendimento bíblico do casamento e sexualidade.

No geral, 24% dos pastores dizem que não veem nada errado com duas pessoas do mesmo sexo se casando – acima dos 20% em 2018 e 15% em 2010, de acordo com a LifeWay. E 72% dos pastores discordam e 67% discordam totalmente.

“Mais de quatro anos após a Suprema Corte legalizar o casamento entre pessoas do mesmo sexo em todos os 50 estados, a maioria dos pastores ainda vê um problema moral com isso. Mais pastores são protetores do próprio casamento, mas as uniões civis legais também são vistas como erradas pela maioria dos pastores”, disse McConnell.

Sobre o casamento instituído por Deus

- Continua após a publicidade -

Revista Digital

- Continua após a publicidade -

Fique Por Dentro

Live: “As perguntas cruciais a serem respondidas na crise”

Um dos 25 melhores CEO’s dos EUA, Craig Groeschel fará nesta quinta-feira (02), às 10h30, uma Live exclusiva para o Brasil com tradução simultânea

Vigília online ‘Há uma Luz’: um clamor contra o covid-19

Para levar paz e esperança à população afetada pela pandemia global da Covid-19, a plataforma cristã, InChurch, organizou a vigília online “Há uma Luz” nesta quarta (1º).

26 de março: live – Como inovar na igreja em tempos de disruptura

Nesta quinta (26), as 19h, vai acontecer a primeira live da série "O efeito da liderança na crise” com Josué Campanhã, diretor da Envisionar e Thiago Faria

Novo Som faz show online

Devido a quarentena por causa do coronavírus, a banda vai estar ao vivo no sábado (28) a partir das 20h. Será transmitido pelo Instagram e Facebook

Receber notícias

Gostaria de receber notícias em primeira mão? Assine gratuitamente agora:

Plugue-se

Vencendo o medo é tema de campanha da SBB

Nesses tempos difíceis que o Brasil e o Mundo têm enfrentado, a Sociedade Bíblica do brasil quer levar Esperança às pessoas. Por isso, foi lançada a campanha de evangelização "Vencendo o Medo", com o objetivo de compartilhar a Palavra de Esperança.

Danilo Franco traz o pop pentecostal em “Confio em Deus”

Em tempos de isolamento social, a mensagem da canção "Confio em Deus", de Danilo Franco, pode fazer grande diferença na vida de milhares de pessoas. 

Serginho, do Roupa Nova, em projeto gospel

Conhecido por integrar um dos maiores grupos musicais do Brasil, o Roupa Nova, Serginho agora lança "releituras", um projeto com louvores consagrados do meio evangélico

“Me aproximei mais de Deus”, desabafa Yudi Tamashiro

Chorando muito, Yudi Tamashiro contou que a doença foi descoberta há dois meses. Mas só esta semana foi confirmado que o tumor é maligno. Então ele fez um desabafo.