25.5 C
Vitória
quinta-feira, 18 agosto 2022

Casal de Hollywood testemunha sobre como criar filhas fortes 

Maria Canals-Barrera & marido David Barrera & filhas na estreia mundial de Cinderella no teatro do EL Capitan, Hollywood. Foto: Reprodução.

“Pais Fortes, Filhas Fortes”, é o novo filme interpretado pelo casal de Hollywood David e Maria Barrera, casados na vida real. Eles extraíram lições de fé e paternidade na obra

Por Victor Rodrigues 

O casal de atores de Hollywood David Barrera e Maria Canals-Barrera, são casados há mais de vinte anos e tem duas filhas. Eles interpretam um casal de coadjuvantes no filme “Pais Fortes, Filhas Fortes” lançado pela plataforma de streaming Pure Flix nessa segunda-feira (01). 

O filme foi dirigido por David de Vos. No entanto, a inspiração para o enredo da obra, foi inspirado no livro best-seller de Meg Meeker que carrega o mesmo nome. 

O filme conta a história de Steve, interpretado pelo ator (Bart Johnson) que é pai de três filhas e que tenta exercer o controle sobre elas. Entretanto, ao agir dessa maneira, ele sente que suas filhas estão escapando dele, e ele precisa confiar em Deus.  

Criação de filhas

De acordo com o casal David e Maria Barrera, que participaram da obra e são coadjuvantes no filme, o tema de “ser o herói da sua filha” é muito importante. 

“Muitos pais, eu imagino, se sentem mal preparados apenas porque são de gênero diferente, da filha ou do filho. Muitas vezes pais pensam que as mães precisam lidar com certas coisas, quando na verdade ele tendo conversas íntimas com suas filhas é exatamente o que elas precisam”, explicou Maria.

“O fato de você se importar, como pai, e estar presente, e querer estar lá para ela (filha) é muito importante. Apenas se envolva, porque uma filha precisa saber que seu pai quer saber o que ela tem a dizer”, completou. 

O esposo e ator David Barrera também leu o livro que serviu como base para o filme “Pais Fortes, Filhas Fortes”. Segundo ele, é um tema incrível e que contém conselhos de Deus.

“Achei que a autora Meg Meeker tem alguns insights incríveis, alguns conselhos dados por Deus para pais que estão criando filhas. Você é um homem, mas eu sou uma mulher dizendo a você, é assim que você deve criar suas filhas e os tipos de coisas que você deve implementar em sua criação'”, disse ele, sobre o que encontrou na literatura.

Por outro lado, ao decorrer da história do filme, o pai (interpretado por outro ator – Bart Johnson), eventualmente se humilha e pede ajuda a Deus para Ele cuidar de suas filhas.

Lições de paternidade 

De acordo com a família de David e Maria, participar dessa obra cinematográfica os ensinou lições sobre a importância da paternidade, e eles estão orgulhosos de fazer parte do trabalho. 

“Provavelmente será uma coisa para toda a vida para mim, eu acho”, disse a atriz.

“É uma coisa cotidiana para mim buscar a vontade de Deus”, pois os pais devem ter a coragem de enfrentar “as próprias feridas, pedir a Deus e buscar a cura de Deus, seja em um pequeno grupo ou em aconselhamento cristão, porque todos temos feridas”, complementa. 

Os pais também precisam de cura. “Precisamos curar nossas próprias feridas o máximo possível antes de pensarmos que eles têm essas feridas e ir lá e tentar consertá-las quando talvez nem as tenham.” finalizou a atriz. 

David Barrera também compartilhou conselhos para pais que criam filhas. “Não é uma batalha entre nós e nossos filhos. Estamos no mesmo time. Estamos lutando contra o mal no mundo. É uma batalha espiritual ao mesmo tempo, e estamos no mesmo time.

Então, se alguém do meu time está ferido, a última coisa que eu quero é machucá-lo mais. O que eu quero fazer é ajudar eles curam, e você os ajudou a curar através da ajuda e do amor de Deus”, finalizou o ator. 

*Com informações de The Christian Post. 

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Entre para nosso grupo do Telegram

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se