21.9 C
Vitória
terça-feira, 21 setembro 2021

Casais: relembrem dos votos no altar

“Um casamento feliz é aquele que mesmo em meio aos problemas a união se fortalece dia após dia, quando se está ligado aos projetos de Deus”

Por Marlon Max

Não é surpresa para ninguém que os casamentos estão no radar de diversos problemas todos os dias. Casar com a pessoa amada não blinda o matrimônio das dificuldades e eventuais erros no casamento. O amor, entretanto, é o elo que sustenta os momentos mais difíceis e é também a chave para o perdão.

De acordo com o pastor Josué Gonçalves, alguns erros tem o potencial de rachar até os mais sólidos casamentos. “Muitas vezes é uma questão de saber usar a inteligência que Deus deu. Tem gente bastante inteligente, mas que usam isso para o mal”, destaca.

Diferente da inteligência — que pode ser usada para o mal, Gonçalves explica que a sabedoria é sempre usada para o bem. “A sabedoria, essencialmente, está atrelada ao bem e a prudência, que a capacidade de avaliar as consequências de cada escolha”, diz. Neste sentido, o pastor aponta que um dos primeiros erros que acontecem nos casamentos é não cumprir os votos que foram feitos.

Pastor Josué Gonçalves
Foto: Expo Cristã

“Prometo te amar na saúde e na doença, na alegria e na tristeza, na prosperidade e na diversidade, em todas as circunstâncias, até que a morte nos separe”, cita o pastor Gonçalves dizendo que esses são os votos mais comuns entre os casais e que nele há um pacto de longevidade para a união.

De acordo com o pastor há cinco características para os votos conjugais. “É uma decisão voluntária, uma proclamação pública, uma promessa incondicional, um propósito sério e uma obrigatoriedade em cumpri-los”, aponta Josué. Casais que quebram os votos, não se sustentam como família. “Não cumprir os votos adoece o casamento”, explica.

Um erro muito comum nos casais, segundo o pastor Josué Gonçalves, é desenvolver uma vida de comparação. “Tem casal que vive se comparando com outros, isso produz inveja e isso perturba e adoece”, explica.

O casamento ideal é onde o lar é um local seguro para lidar com as falhas com sabedoria, honestidade e longe dos estigmas da comparação. O pastor Josué Gonçalves relembra que é preciso lutar pelos votos feitos no matrimônio pois ali consta a primeira intenção do casal. “Quando não souber em que se apoiar, relembre os votos, busque ajuda e evite acusações”, conclui.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se