24.4 C
Vitória
terça-feira, 9 agosto 2022

Casais infelizes: divórcio não é a saída

Divócio
Foto: reprodução/ Freepik

Quando o casal permite se submeter ao senhorio de Cristo no relacionamento, o diabo não tem vez

Por Priscilla Cerqueira

Que lugar Deus ocupa no seu casamento, sua família e na sua vida? Tudo o que você fizer em favor do seu casamento, da sua família, excluindo Deus como o Senhor é paliativo, é provisório, é por pouco tempo. Deus apresenta na Bíblia um modelo de sucesso para o casamento e fala da importância da vida em casal.

“Quando Deus reina na casa, Jesus é o Senhor da casa, quando o casal
permite e se submete ao senhorio de Cristo, quando a família está submetida ao
senhorio de Cristo, nesta casa, neste relacionamento o diabo não tem vez para entrar”, diz pastor Josué Gonçalves do Portal Amo Família.

Muitas pessoas querem ser feliz no casamento, na família excluindo o Senhor, como
aquele que deve estar governando a casa. “É mentira se alguém disse pra você que o divórcio é a porta de saída para um casamento infeliz. Um casamento infeliz é um casamento doente e um casamento doente pode ser curado pelo poder da palavra, pode ser curado quando o casal tem um encontro pessoal com Jesus. Quando o casal começa a viver segundo os valores do evangelho, o divórcio pode até ser uma porta de emergência, mas nunca uma porta de saída normal”, explicou.

O pastor Cláudio Duarte, do Rio de Janeiro, só aconselha o divórcio no caso de risco de morte, quando há uma ameaça do cônjuge. “Mas é claro que se há uma repetição de comportamento de adultério, a pessoa não quer mudar, tem problema de caráter, já é um pouco diferente. O indivíduo não precisa ficar tolerando uma pessoa infiel. No caso de acontecer um deslize e a pessoa for infiel em uma ocasião, você pode perdoar e levar o relacionamento adiante. Agora, a pessoa não pode ficar o tempo todo se submetendo, porque antes de amar seu próximo, deve amar a si mesmo e amar a Deus sobre todas as coisas”, disse.

O melhor é deixar Deus trabalhar na sua vida, na vida do seu cônjuge, na vida do casal para que Ele cure os dois, “afim de que eles possam viver tudo o que Deus planejou para a vida conjugal de todos aqueles que se casam”, acrescentou o pastor Josué.

Saiba mais

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Entre para nosso grupo do Telegram

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se