Casa Worship: adoração e quebramento em forma de música

“Nosso desejo é gerar uma cultura de adoração íntima, verdadeira e livre em Jesus”, destaca Leo Brandão, vocalista do Casa Worship

Por Priscilla Cerqueira 

Um altar de atmosfera de louvor ao Soberano Deus. É nesse clima que se apresenta um dos mais novos ministérios musicais cristãos do Brasil: o Casa Worship. O projeto nasceu em 2018 e se tornou conhecido em todo o país por suas canções de quebrantamento.

Caracterizado por priorizar a adoração, o estilo musical que faz parte do nome da banda é o seu DNA: “Isso é o que carregamos e apresentamos como Igreja para o Brasil e o mundo”. O grupo é o Ministério de Louvor e Adoração da Igreja Casa, de Goiânia (GO), liderada pelos pastores Davi e Giovanna Passamani.

No repertório, há forte influência de folk, soul e pop, com a presença quase unânime de guitarras. E tanto na voz quanto no instrumental prevalecem os improvisos melódicos, marca do Casa Worship, que conta seis integrantes.

O propósito dos componentes é único: a essência da adoração. Através da música, o ministério busca gerar paixão e entrega a Jesus, conduzindo as pessoas a serem impactadas pelo amor e caráter de Deus.

“Nós fomos criados para adorar ao Deus da Criação, para responder à presença de Deus com o nosso louvor. E quando fazemos isso, somos continuamente transformados à semelhança de Jesus. Ações de graças e louvor são sacrifícios necessários, mas na adoração nós mesmos somos os sacrifícios vivos. O desejo do nosso coração é gerar uma cultura de adoração íntima, verdadeira e livre em Jesus”, explicou Léo Brandão, líder de adoração do Casa Worship.

Seguindo a premissa de cantar para Deus, a banda entende que a música é uma ferramenta para prestar culto ao Autor e Consumador da Fé. “Adoração é um estilo de vida. Valorizamos todos os estilos musicais, pois todos os ritmos pertencem ao Senhor. Só queremos chegar ao trono da graça com nossas canções”, destacou Léo.

A casa é sua

“Essa casa é sua casa, nós deixamos ela pra você: Jesus… apareça, que o Teu nome cresça, vem me incendiar.” Esse é o refrão da famosa canção que conquistou o público brasileiro. O clipe de “A Casa é Sua”, música cantada em várias igrejas evangélicas do país, ultrapassou a impressionante marca de 50 milhões de visualizações no YouTube em três meses.

“A letra retrata uma expressão de esvaziamento de si mesmo para que o nome de Jesus seja exaltado e para que Ele tome Seu lugar”, afirma Léo, um dos autores.

Os integrantes não conseguem explicar tamanha proporção do sucesso que a música alcançou no país, mas uma coisa é certa: “Tudo que fazemos é para Jesus”, expressou o cantor.

O Ministério Casa Worship já lançou seis canções. Assim como tudo o que já foi composto pelo grupo até hoje, “A Casa é Sua” nasceu de um momento de conversa espontânea entre os componentes e o pastor da igreja sobre o futuro da congregação local.

“Estávamos em um momento de comunhão quando surgiram os versos e as primeiras linhas melódicas. Da mesma maneira que Davi salmodiava suas orações, a nossa oração começa a virar melodia e assim surgem as canções”, acrescentou o líder.

Para Léo, a projeção conquistada é algo sobrenatural. “Não fazemos músicas com intenção de ganhar status, views ou fama. Tudo que fazemos é sobre Jesus e pessoas”, falou.
Como fruto desse e de outros sucessos, um segundo projeto já está a caminho. Em breve chegam ao mercado gospel mais canções que também prometem impactar. O Casa Worship não revelou detalhes de como será essa nova empreitada, mas informou que as gravações já começam em novembro.

“Ainda estamos no processo de composição das novas músicas, mas a previsão é de lançarmos o trabalho ainda no primeiro semestre de 2020. Já podemos garantir que terá participações especiais de outros cantores. A expectativa é grande, e o público vai gostar”, frisou.

Rápida projeção

“A Casa é Sua” é a faixa de maior sucesso do ministério. Além dela, já foram lançadas no canal oficial no YouTube “Eu Te Vejo em Tudo”, “Era Eu”, “Lenha e Fogo” e “O Céu é o Meu Lugar”, com participação do DJ PV, e ainda “Vento Impetuoso”. Todas têm alcançado resultados incríveis.

O engajamento dos admiradores do trabalho rende expressivas marcas também em plataformas digitais. Só no Spotify, são mais de 900 mil ouvintes mensais, e na Deezer o grupo está entre os top 100 mais ouvidos do Brasil.

“Nosso coração se alegra demais em ver os frutos fantásticos do nosso trabalho neste primeiro álbum nas plataformas digitais. Ainda vamos alcançar muito mais, porque o melhor de Deus ainda está por vir. Que venham outros trabalhos para engrandecer o nome do Senhor”, concluiu Léo.


LEIA MAIS

A canção cristã que viralizou na internet
Ouça “Lenha e Fogo” de Casa Worship