Cantora cristã apoia manifestantes de Hong Kong

Protestos pedindo a renúncia da líder de Hong Kong, Carrie Lam. — Foto: Tyrone Siu/Reuters
Protestos pedindo a renúncia da líder de Hong Kong, Carrie Lam. — Foto: Tyrone Siu/Reuters

Cantora cristã de 22 anos tem inspirado a solidariedade americana para com os inúmeros protestos realizados em Hong Kong

Uma cantora cristã tem inspirado a solidariedade americana para com o povo da China. No último sábado (21), milhares de manifestantes saíram nas ruas da capital do país. Os protestos “pró-democracia” em Hong Kong completaram o 16° final de semana consecutivo.

A cantora Moxy Anne, é uma recém-formada universitária, que compôs a canção intitulada “The Egg”. A música nasceu do profundo amor que a cantora tem pela cidade de Hong Kong.

Moxy revelou que a música é totalmente diferente de seus trabalhos anteriores. Segundo a cantora, ela escreveu a canção, pois uma de suas melhores amigas de Hong Kong, compartilhou uma informação que a estimulou a escrever a letra.

“Eu não entendi. Estava no Instagram esse meme. Metade era em cantonês e metade era em inglês, e no final dizia: ‘Eu fico com o ovo'”, disse a compositora.

HARUKI MURAKAMI

Sem saber do que se tratava esse “ovo”, a amiga explicou que é derivada de uma declaração do romancista japonês Haruki Murakami. O discurso foi realizado em 15 de fevereiro de 2009, quando o romancista ganhou o prêmio de Jerusalém, em Israel.

O prêmio recebido por Murakami, é concedido a escritores cujo o trabalho concentra-se em liberdade humana, sociedade, política e Governo.

O autor comparou civis desarmados a “ovos” que são jogados contra os muros da opressão. Além disso, enfatizou que o sistema que era para proteger “começa a nos matar”.

“Cada um de nós é, mais ou menos, um ovo. Cada um de nós é uma alma única e insubstituível, envolvida em uma concha frágil. Isso é verdade para mim, e é verdade para cada um de vocês. E cada um de nós, para um em maior ou menor grau, está enfrentando um muro alto e sólido, que tem um nome: É o Sistema”, declarou na ocasião.

MOXY ANNE

A cantora ficou inspirada pelas palavras do escritor japonês. Assim, sabia que tinha que prestar  solidariedade aos manifestantes de Hong Kong. Anne procurou artigos sobre o que autoridades chinesas estavam dizendo, além disso, buscou no twitter mensagens contra os “Hong Kongers”, os manifestantes chineses.  Assim, com os tweets a cantora elaborou versos da canção.

Segundo a cantora “tentei fazer justiça ao movimento” dos “Hong Kongers”. A abordagem criativa chamou atenção internacional. Moxy também tocou a música em um comício em Los Angeles. “Eu realmente espero que a música realmente incentive os americanos a aprender mais”, revelou.

A cantora está recebendo mensagens de pessoas que foram atraídas pela canção. Além disso, de outras que nem sabiam do que estava acontecendo na China. “Se interessar as pessoas era seu objetivo, então você me pegou”, escreveu a pessoa. Outra revelou que “muitas pessoas em nosso continente não sabiam o que estava acontecendo. E para os Hong Kongers, eu realmente espero que eles saibam que nós os apoiamos, e espero que isso fortaleça o movimento. Espero que isso os torne mais fortes”, declarou.

A cantora visitou Hong Kong a dois meses e revelou, “estou rezando por isso todos os dias”, acrescentou. Juntamente com a composição, a música “Pray for us” é enfatizado na letra. Igualmente no refrão, a música de melodia simples, cristã e popular “Sing Hallelujah to the Lord” escrita por Linda Stassen-Benjamin, de 1974 tornou-se o hino não oficial dos manifestantes.

Na última quarta-feira, a líder de Hong Kong, Carrie Lam, disse que retirará o controverso projeto de extradição que provocou os protestos em massa.

*Da Redação, Com informações de The Christian Post 

Confira o clipe “The Egg” de Moxy Anne


LEIA MAIS

Multidão ora em favor da liberdade religiosa em Hong Kong
China barra cristãos em aeroportos