Copa e a campanha missionária “Todos por um”

Cristolândia é um dos projetos desenvolvidos por missionários da junta de Missões Nacionais. Foto: JMN

Campanha da Junta de Missões Nacionais chama atenção para pessoas que lutam pelo Evangelho.

A campanha é pela internet. O tema “Todos por 1″, reflete a busca em retratar algumas idéias comuns ao esporte e à obra missionária. O objetivo é aproveitar a tradição brasileira no futebol e aproximar os diferentes públicos do torneio para o ato de “fazer missões”.

“A Missões Nacionais está atenta a esta oportunidade e entendeu a forte tradição futebolística que o Brasil possui e valoriza o esporte como um patrimônio popular. O tema reflete a nossa busca em retratar algumas idéias comuns ao esporte à obra missionária de forma lúdica e atraente”, diz o slougan da campanha.

Para isso, a instituição destaca o trabalho de algumas pessoas que constroem a história de Missões nacionais. São missionários que fazem parte do time da JMN em várias partes do país.

“Não queremos e não vamos falar da Copa pela Copa. O grande alvo desta Campanha é aproximar conceitos da obra missionária da realidade da grande maioria da população, sem ser previsível. Queremos apresentar os caminhos para o engajamento de todos na missão de multiplicar discípulos”, explicou Alexsandro Oliveira, analista de eventos da JMN.

Eles batem um bolão

O casal de missionários africanos Manuel e Irene Ramos exercem o pastoreio em São Paulo. Mas por 17 anos, trabalharam em Cabo Verde, na África, terra natal de Manuel. Eles ajudam na obra missionária para imigrantes africanos residentes na capital paulista. No local, são várias representações de países.

Entre eles, Senegal, Togo, Guiné-Bissau e Angola. Muitos vieram para o Brasil em busca de oportunidades. Mas com a ajuda dos missionários da JMN eles encontraram amparo para vencer as dificuldades.


Leia mais

Faculdade evangélica lança campanha da Copa
JMM mobiliza um dia de oração para cada país da Copa
Cantor evangélico grava música inspirada na Copa