19.2 C
Vitória
terça-feira, 27 julho 2021

Hunsrik, língua falada por meio milhão de pessoas no Brasil terá tradução da Bíblia

A hunsrik é uma língua falada por descendentes de imigrantes alemães em comunidades do Rio Grande do Sul

Por Priscilla Cerqueira 

Em 2022 vai chegar ao mercado brasileira o novo testamento em Husrik, língua falada por descendentes de imigrantes alemães em comunidades dos Vales do Caí, Sinos, Paranhana, e parte da Serra gaúcha no Rio Grande do Sul. A tradução está sendo feita pela Sociedade Bíblica do Brasil (SBB).

A tradução das Escrituras para as vertentes é importante para os falantes de línguas germânicas no Brasil. O hunsrik é uma língua de imigração germânica, ainda viva na América do Sul. E a segunda língua mais falada no Brasil é o alemão, em suas duas vertentes principais, o hunsrik e o pomerano.

“O hunsrik é uma língua falada no ambiente familiar em muitos lares no país, ao menos meio milhão de pessoas”, explicou pastor Paulo Teixeira, secretário de Tradução e publicações da SBB.

A professora gaúcha Solange Hamester Johann, de Santa Maria do Herval (RS) é uma das tradutoras do texto bíblico para a língua de imigração.

“É importantíssimo manter a identidade do povo germânico no Brasil, bem como de todos os diferentes povos, pois uma pessoa sem raiz perde sua referência e ficará mais vulnerável a problemas sociais”, afirmou a tradutora, em entrevista ao Jornal NH. Em entrevista à Comunhão, Paulo Teixeira deu detalhes desse trabalho no Brasil. Confira!

Comunhão – Como será feita a tradução da Bíblia para o Hunsrik-Plat Taytx?

Paulo Teixeira – A tradução de histórias bíblicas para a língua hunsrik já vem se desenvolvendo há cerca de 10 anos. O Novo Testamento está em fase de finalização, devendo estar disponível em 2022. A tradução é feita por uma equipe de falantes da língua que residem em Santa Maria do Herval, RS, sob a liderança da Profa. Solange Johann e com a orientação do Dr. Vilson Scholz, consultor voluntário de tradução, e de Quéfren Moura, consultora de tradução da SBB.

Em que esse trabalho de tradução se diferencia dos demais já feitos pela Sociedade Bíblica do Brasil?

Quanto ao processo de tradução, o projeto se assemelha bastante aos demais. O que é singular nessa língua – assim como no pomerano – é que o hunsrik praticamente já não é falado na Alemanha, de onde os imigrantes o trouxeram, mas continua ativo em diversas regiões do Brasil, especialmente no RS e em SC. A língua incorporou e adaptou termos do português, mas ainda conserva muito do vocabulário germânico.

Por que é importante traduzir a Bíblia para essa língua no Brasil? Há muitos descendentes alemães que vão desfrutar do livro sagrado no país?

pastor_Paulo Teixeira
Foto: SBB

O hunsrik é a língua falada no ambiente familiar em muitos lares no país. As estatísticas não são muito precisas, mas cremos que o hunsrik seja falado por ao menos meio milhão de pessoas  no Brasil. Crianças a aprendem como sua primeira língua, às vezes junto com o português ou o alemão. Permitir que as crianças e as famílias tenham acesso às histórias da Bíblia nessa língua e, por conseguinte, aos valores que a Bíblia ensina, é dar-lhes mais uma oportunidade de fortalecer não apenas o conhecimento e a prática da língua, mas também fortalecer laços familiares e com Deus.

Quando será lançado o Novo Testamento em Husrik no Brasil e qual expectativa?

Esperamos lançá-lo ao longo de 2022. A expectativa é boa. O texto estará disponível de maneira impressa e também digital.

Com esse trabalho feito pela SBB, quantas traduções bíblicas já foram feitas pela entidade?

A SBB coopera, e muito, com praticamente todas as agências bíblicas que se dedicam a traduzir a Bíblia para línguas minoritárias  — indígenas e de imigração – no Brasil. Temos trabalhado nos diversos estágios do processo de tradução e publicação de mais de 50 línguas até o momento.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se