Brasil tem mais de 3 mil casos de microcefalia

O Ministério da Saúde divulgou o primeiro informe epidemiológico de 2016 sobre os casos suspeitos de microcefalia relacionada ao vírus Zika. As informações são referentes aos dados até o dia 2 de janeiro e mostra que foram notificados 3.174 casos suspeitos da doença em recém-nascidos de 684 municípios de 21 unidades da federação.

Também estão em investigação 38 óbitos de bebês com microcefalia possivelmente relacionados ao vírus Zika. O estado de Pernambuco, o primeiro a identificar aumento de microcefalia, continua com o maior número de casos suspeitos (1.185), o que representa 37,33% do total registrado em todo o país. Em seguida, estão os estados da Paraíba (504), Bahia (312), Rio Grande do Norte (169), Sergipe (146), Ceará (134), Alagoas (139), Mato Grosso (123) e Rio de Janeiro (118). No Espírito Santo, até agora foram registrados 32 casos em 11 municípios e nenhuma morte.