23.8 C
Vitória
quinta-feira, 18 abril 2024

Brasil retorna do Parapan de Jovens com 52 medalhas

Brasil retorna do Parapan de Jovens com 52 medalhas na bagagem - Foto: © Marcello Zambrana/CPB/Direitos Reservados
Brasil retorna do Parapan de Jovens com 52 medalhas na bagagem - Foto: © Marcello Zambrana/CPB/Direitos Reservados

Entre os esportes nos quais o Brasil competiu, o halterofilismo foi o que mais garantiu medalhas ao país

Por redação [Agência Brasil]

Chegou ao Brasil nesta quarta-feira (14) o último grupo de atletas que representou o país na última edição dos Jogos Parapan-Americanos de Jovens, disputado em Bogotá (Colômbia) entre os dias 3 e 12 de junho. A delegação brasileira encerrou a competição na 4ª posição no ranking geral com a conquista de 52 medalhas (30 ouros, 13 pratas e nove bronzes).

Segundo o presidente do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), Mizael Conrado, a participação do Brasil no Parapan de Jovens foi mais uma etapa bem concluída do planejamento estratégico da entidade: “Mais uma vez nossos atletas nos orgulharam e mostramos que somos o país de todas as modalidades. Gostaria de cumprimentar e agradecer também a todos os técnicos, à equipe multidisciplinar e, especialmente, aos presidentes de confederações que fizeram parte dessas conquistas. Esse é apenas o início da vida esportiva desses jovens. Seremos ainda mais fortes no esporte paralímpico nos próximos anos”.

Entre os esportes nos quais o Brasil competiu, o halterofilismo foi o que mais garantiu medalhas ao país: oito ouros, quatro pratas e três bronzes. No total, a delegação brasileira buscou conquistas em dez modalidades: basquete em cadeira de rodas, bocha, futebol de cegos, futebol de paralisados cerebrais, goalball, halterofilismo, judô, tênis de mesa, tênis em cadeira de rodas e vôlei sentado. O país não enviou representantes para as disputas de atletismo e natação.

- Continua após a publicidade -

Um fato marcante da campanha brasileira em Bogotá foi a conquista da medalha de número 500 do Brasil na história dos Jogos Parapan-Americanos de Jovens. Ela veio no dia 7 de junho com a dupla masculina de tênis em cadeira de rodas formada por Luiz Augusto Calixto e Lorenzo Godoy. Eles garantiram uma prata após serem superados pelos argentinos Benjamín Silvetti e Gonzalo Enrique Lazarte na decisão da modalidade.

“Estou muito honrado em ajudar nesta marca tão importante para o Brasil. Esperava a medalha de ouro, mas estou feliz pela conquista da prata”, disse Lorenzo, 24º do ranking mundial júnior.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Publicidade

Comunhão Digital

Publicidade

Fique por dentro

RÁDIO COMUNHÃO

VIDA E FAMÍLIA

- Publicidade -