28 C
Vitória
domingo, 24 janeiro 2021

Bolsonaro lamenta alta de preços de alimentos

O presidente ressaltou que sem medidas do governo federal, como a ajuda para pequena empresas e o auxílio emergencial

Por Emilly Behnke (AE)

O presidente Jair Bolsonaro reconheceu e lamentou nesta segunda-feira, 23, a alta no preço de alimentos, mas voltou a isentar o governo da responsabilidade pelos aumentos. Para apoiadores no período da manhã, o chefe do Executivo culpou adversários políticos e a política de isolamento social adotada no início da pandemia da covid-19.

“O pessoal tem reclamado do preço dos alimentos. Tem subido sim além do normal. Lamento isso aí. Também é uma consequência do fica em casa. Quase quebraram a economia”, disse ele.

Em mais uma crítica ao governo de São Paulo, João Doria (PSDB), o presidente citou suposto aumentos no Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre produtos da cesta básica em São Paulo e ressaltou que a responsabilidade tem deve ser “apontada para quem de direito”.

“Tem muita coisa errada mas a responsabilidade tem que ser apontada para quem de direito. Todo mundo aponta para mim essa questão dos alimentos, estamos fazendo o possível para voltar à normalidade”, afirmou o presidente.

Bolsonaro ressaltou que sem medidas do governo federal, como a ajuda para pequena empresas e o auxílio emergencial, “estaria terrível a situação aqui no Brasil”.

Segundo ele, as ações do governo também evitaram o desabastecimento. “O governo federal com as medidas que tomou evitou algo muito, mas muito pior do que o aumento de algum alimento, que foi o desabastecimento. Se o campo tivesse ficado em casa não teríamos comida aqui, o Brasil estaria pegando fogo”, declarou.

Bolsonaro afirmou ainda que existem “críticas infundadas” ao setor do agronegócio brasileiro e voltou a responsabilizar a política de isolamento social pelos índices econômicos atuais. “Aquela política do fica em casa, a economia a gente vê depois está tendo algum reflexo agora. O pessoal parece que esquece que nesse período da pandemia nos endividamos mais de R$ 700 bilhões e passa a criticar o tempo todo que o agronegócio tem que vender aqui para dentro e não para fora”, disse.

O presidente citou o caso da soja, que registrou aumento nos últimos meses, para dizer que o mercado interno não é capaz de absorver toda a produção. “A soja toda tem que ser exportada, não tem como se consumir tudo aqui dentro. Outra coisa, eu sou da lei da livre iniciativa, da oferta e da procura. O mercado é que diz se vai ser vendido mais aqui dentro ou mais lá fora”, observou.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Disciplinas espirituais em tempos de pandemia!

Mesmo em meio a dúvidas e preocupações com a pandemia do coronavírus, uma certeza permanece: nosso Deus continua trabalhando! Disciplinas espirituais são importantes o tempo...

Bolsonaro diz que se vacina da AstraZeneca chegar hoje, amanhã segue para Estados

A previsão do governo é que 2 milhões de doses vindas da Índia sejam entregues no Aeroporto de Guarulhos (SP) nesta tarde e sigam para o Rio de Janeiro

Carta de Bolsonaro a Biden foi ‘bastante construtiva’, diz embaixador dos EUA

O embaixador do país, Todd Chapman destacou as menções do presidente brasileiro à aproximação dos dois países. Saiba mais!

Bolsonaro recebe embaixador da Índia

O compromisso não estava previsto na agenda oficial e ainda não há detalhes sobre a reunião

Infecção por covid-19 dá alguma imunidade, mostra estudo

Os especialistas alertaram que as descobertas significam que as pessoas que contraíram a doença na primeira onda da pandemia

Juíza federal dá 24h para União e AM apresentarem plano para oxigênio

Os órgãos pedem uma liminar urgente para obrigar os governos federal e estadual a agirem para resolver a situação de desabastecimento de oxigênio

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

Encontro para a Consciência Cristã em fevereiro; Saiba mais!

Pela primeira vez em mais de duas décadas, o tradicional encontro para a Consciência Cristã será realizado online.

The Send online será neste sábado, 9

Um dos maiores eventos de louvor, adoração evangelismo no mundo, o The send, costuma reunir milhares de pessoas. Saiba mais!

Passion Conference no último dia do ano; Saiba mais!

O cantor Fernandinho é o único artista brasileiro a participar da Passion Conference. Saiba mais!

Aulas criativas e transformadoras sobre a Bíblia

Para quem ensina a Bíblia, mas tem dificuldade no preparo das aulas, um workshop gratuito será apresentado pelo pastor Lécio Dornas, em janeiro. Saiba mais!
- Publicidade -

Plugue-se

Glorify, o app para meditações e devocional diário

Criado em 2019 na Inglaterra, o app Glorify acaba de chegar ao Brasil na versão em português. Trata-se de um app voltado para reflexões, meditações guiadas, orações e passagens bíblicas.

Fé na caminhada cristã! Fernandinho batiza os filhos

Ao lado do pastor Rodrigo Oliver, Fernandinho batizou seus filhos neste domingo, 17 e escreveu no instagram: "Um dos melhores dias das nossas vidas", escreveu o artista.

Vietnã ganha a primeira Biblioteca pública cristã

Vietnã ocupa a 19 colocação na Lista Mundial da Perseguição de 2021, da Portas Abertas. Saiba mais!

“A Deus seja a glória”, Nani Azevedo sai do hospital

Internado há vários dias por complicações de covid-19, o cantor Nani Azevedo recebeu alta hospitalar nesta sexta-feira, 15.