22.9 C
Vitória
sexta-feira, 17 setembro 2021

Bolsonaro não comenta denúncias e publica vídeo por voto impresso

A animação, com 45 segundos de duração, ressalta que o mecanismo serviria apenas como redundância do voto eletrônico. “Em nenhum momento, você (eleitor) tem acesso à cédula impressa, que vai direto para a urna lacrada”

Por Gustavo Côrtes (Agência Estado)

Em meio à série de crises do governo federal, com acusações de corrupção na negociação de compra de vacinas, o presidente Jair Bolsonaro manteve o silêncio e optou por publicar, em sua conta no Twitter, um vídeo que explica o funcionamento do sistema de voto impresso. A pauta é defendida quase diariamente pelo chefe do Executivo. A animação, com 45 segundos de duração, ressalta que o mecanismo serviria apenas como redundância do voto eletrônico. “Em nenhum momento, você (eleitor) tem acesso à cédula impressa, que vai direto para a urna lacrada”, informa.

De acordo com o vídeo, a implementação do novo modelo permitiria a recontagem manual das cédulas e não tornaria a apuração dos votos mais lenta e permitiria a recontagem manual das cédulas. “Com o voto impresso auditável, as provas materiais da vontade soberana e conferida por cada eleitor podem ser contadas”, diz a narração. Na verdade, o atual sistema das urnas eletrônicas já é auditável.

Enquanto isso, a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid avança com as investigações das suspeitas de prevaricação de Bolsonaro em relação às denúncias de irregularidades na aquisição de vacinas, entre outros possíveis crimes.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se