22.1 C
Vitória
quinta-feira, 11 agosto 2022

‘Harmonia imperará’ entre o Executivo e o Legislativo, diz Bolsonaro

presidentes-câmara-senado
Foto: CNN

Encontro, no Palácio do Planalto, definiu pauta conjunta entre Executivo e Legislativo com temas como pandemia, economia e reforma do Estado Ao lado dos presidentes da Câmara e do Senado

Por Emilly Behnke e Daniel Weterman

Após vitória política com a eleição de aliados no Congresso, o presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quarta-feira, 3, que a “harmonia imperará” entre o Executivo e o Legislativo.

A fala ocorreu depois de uma reunião com os novos presidentes da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), e do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), eleitos com o apoio do governo. Na reunião, o chefe do Executivo apresentou sugestões de pautas do governo voltadas para a pandemia da covid-19 e para a área econômica, incluindo as reformas estruturais.

“Trocamos impressões, esse diálogo não começou hoje, começou durante a própria campanha. Apresentamos uma sugestão de pautas para os presidentes da Câmara e do Senado e possam ter uma certeza absoluta: o clima é o melhor possível, imperará a harmonia entre nós”, afirmou Bolsonaro em declaração à imprensa no Palácio do Planalto. Dentre as sugestões apresentadas pelo chefe do Executivo, estão “assuntos voltados obviamente para a pandemia, a saúde, economia e reformas do Estado”.

Segundo Rodrigo Pacheco, as prioridades do governo incluem em especial o enfrentamento da pandemia, com o foco na vacinação contra a covid-19, e a recuperação econômica do País. Antes do encontro com Bolsonaro, Lira e Pacheco assinaram documento conjunto de intenções do Congresso Nacional com pautas comuns e prioritárias para as duas Casas.

A visita institucional de Lira e Pacheco a Bolsonaro ocorre após atuação direta do Planalto para a eleição dos novos presidentes. Em troca de apoio aos candidatos, o governo federal negociou a liberação de recursos extras no valor de R$ 3 bilhões para deputados e senadores aplicarem em obras em seus redutos eleitorais, conforme o Estadão/Broadcast revelou – também mostrando que, em janeiro deste ano, a liberação de emendas parlamentares pelo governo foi recorde.

Nesta quarta-feira, em aceno a Lira e Pacheco, o presidente deve comparecer à cerimônia de abertura do Ano Legislativo. Bolsonaro entregará pessoalmente a mensagem presidencial ao Poder Legislativo.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Entre para nosso grupo do Telegram

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se