24.4 C
Vitória
segunda-feira, 15 agosto 2022

Bispo Edir Macedo e esposa recuperam passaporte diplomático

Edir Macedo e esposta
Foto: Reprodução

Os passaportes diplomáticos de Edir Macedo e de Ester foram suspensos em fevereiro depois que uma ação popular foi atendida pelo juiz federal da 5ª Vara Federal do Rio de Janeiro, Sérgio Bocayuva

Por Priscilla Cerqueira 

O Tribunal Regional Federal da 2ª Região decidiu, nesta terça-feira, 13, por unanimidade, devolver os passaportes diplomáticos do bispo Edir Macedo e da sua esposa, Ester Bezerra. A liberação do passaporte diplomático é prevista a autoridades e personalidades, incluindo líderes religiosos.

Em 2019, o Ministério das Relações Exteriores concedeu o passaporte ao líder da Igreja Universal do Reino de Deus, com validade de três anos. Porém, em fevereiro deste ano, a justiça do Rio de Janeiro suspendeu os passaportes dos dois, depois de uma ação popular de um advogado.

O argumento do advogado era de que Edir Macedo e Ester Bezerra não teriam atuação de interesse do país e que a concessão não teria sido fundamentada. A União argumentava que o ato seria discricionário do ministro de Relações Exteriores.

Macedo e sua mulher disseram que prestam atividades de assistência humanitária no exterior, o que atenderia a interesses do Brasil.

O juiz de primeira instância não identificou explicações adequadas sobre o critério usado pelo ministério, mas pelo entendimento da 6ª Turma do Tribunal Regional Federal da 2ª Região, que reformou o entendimento, a concessão de passaporte diplomático é prevista para uma série de pessoas, inclusive lideres religiosos, e o Judiciário não deve interferir se não há ilegalidade.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Entre para nosso grupo do Telegram

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matéria anterior Edição 285
Próxima MatériaDevocional: Persiga a justiça!
- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se