Philip Ng: “A chave do sucesso é a fé em Jesus”

Foto: Reprodução

Bilionário, Philip Ng conta que o que lhe torna “verdadeiramente rico”, não é a sua grande quantia em dinheiro, mas o seu relacionamento com Jesus Cristo.

O bilionário Philip Ng, conhecido como o homem mais rico de Cingapura, declarou recentemente que valoriza seu relacionamento com Jesus Cristo mais do que qualquer outra coisa. E ainda afirmou que nenhuma riqueza ou bem material podem completar o vazio que apenas Deus preenche.

“O que eu descobri é que todos nós estamos quebrados. Todos nós temos uma peça faltando e, para mim, descobri que a peça que faltava e para mim era Deus através de Jesus Cristo”, disse Philip à Fox News.

A fortuna de Ng, compartilhada com seu irmão Robert, é estimada pela Forbes em US$ 12,1 bilhões pelo controle da Far East Organization, uma empresa do ramo imobiliário. É a maior proprietária privada e promotora imobiliária de Singapura, segundo a Forbes.

Ng sentou-se com Yao, um jovem empreendedor que tem o bilionário como mentor, e o questionou sobre o que ele gostaria de saber se fosse mais novo.

“Eu estava sempre em busca de uma vida, um propósito, um eu melhor, um melhor tudo. Estava apenas olhando para todas as coisas erradas, mas quando percebi que não há nada melhor para mim sem Jesus”, declarou.

O bilionário seguiu respondendo que descobriu que Jesus era o que lhe faltava. “Então tudo se encaixou. Talvez tenhamos que olhar mais fundo. Eu valorizo ​​(minha fé) mais do que qualquer coisa, então eu só desejo que todos tenham essa paz e alegria. Com certeza ganha muito dinheiro e coisas materiais que você pode ter”, completou.

Conversão

Embora tenha nascido em um lar budista, Philip converteu-se ao cristianismo e sua percepção para o sucesso mudou radicalmente.

Segundo ele, o que o torna “verdadeiramente rico”, não é a sua grande quantia em dinheiro, mas o seu relacionamento com Jesus Cristo.

*Com informações de Fox News


Leia mais

Thaila Ayala: “Jesus eu te amo tanto”
“Tomei a pílula de Deus, agora sou cristão”
“Busquei intimidade com Deus e finalmente a provei”