back to top
27.9 C
Vitória
sábado, 22 junho 2024

Bidu desabafa após vitória no Peru e chama racistas de ‘imundos’

Bidu desabafa após vitória no Peru, chama racistas de 'imundos' e é atacado nas redes - Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians
Bidu desabafa após vitória no Peru, chama racistas de 'imundos' e é atacado nas redes - Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians

“Inadmissível existirem seres humanos imundos como vocês, lixo de pessoas. Acham normal atos racistas?”, escreveu o jogador

Enquanto Vanderlei Luxemburgo e Róger Guedes pediam desculpas ao Universitario, em coletiva de imprensa, pela comemoração de Ryan que irritou o time peruano, Matheus Bidu desabafava nas redes sociais. Após a vitória por 2 a 1 que classificou o Corinthians às oitavas de final da Sul-Americana, em Lima, o lateral-esquerdo fez uma publicação no Instagram para criticar o ato racista cometido pelo preparador físico do Universitario, Sebastián Avellino, e o apoio massivo dado pelo clube e torcedores ao profissional, que está preso em São Paulo.

“Inadmissível existirem seres humanos imundos como vocês, lixo de pessoas. Acham normal atos racistas? Enquanto existirem pessoas como vocês, o mundo não vai para frente. Racistas de m…”, escreveu o jogador. Alguns minutos depois, em nova publicação, Bidu publicou respostas que recebeu. Muitos enviaram imagens de macaco e bananas, além de o chamarem de “mono”, macaco em espanhol.

O Corinthians foi recebido com um clima bastante hostil no Estádio Monumental em razão dos desdobramentos do primeiro jogo, vencido por 1 a 0 pelo Corinthians na Neo Química Arena. Na ocasião, Sebastián Avellino, que é uruguaio, foi flagrado imitando macaco para torcedores corintianos, por isso está preso em São Paulo, acusado de racismo. Ele disse que estava com os braços abertos porque carregava cones. O Universitario criticou a Justiça brasileira e até entrou com uma faixa em apoio a Avellino em um jogo do Campeonato Peruano.

Ao chegar em Lima na terça-feira, o Corinthians temeu pela segurança, mas conseguiu chegar sem maiores problemas ao estádio Dentro de campo, após o volante Ryan, de 20 anos, marcar o segundo gol corintiano, tirar a camisa e exibi-la para a torcida rival, uma grande confusão se iniciou. Na coletiva de imprensa após o jogo, Luxemburgo e Róger Guedes pediram desculpas, dizendo que Ryan era muito jovem e cometeu um erro ao comemorar dessa forma. Com informações Agência Estado

- Continua após a publicidade -

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Publicidade

Comunhão Digital

Publicidade

Fique por dentro

RÁDIO COMUNHÃO

VIDA E FAMÍLIA

- Publicidade -