Convívio com a Bíblia muda a vida das pessoas

Foto: Reprodução

É o que apontou um estudo da American Bible Society, dos EUA. A pesquisa diz que relações mais profundas com a Bíblia levam a uma vida mais significativa

Um estudo realizado pela American Bible Society, da Barna Group, dos EUA, apontou que pelo menos 21 milhões de pessoas estão buscando a sabedoria e orientação da Bíblia. É o relatório da “State of the Bible” (Estado da Bíblia), que é divulgado anualmente.

O estudo apontou que relações mais profundas com a Bíblia é o caminho para uma vida mais significativa. Os dados apontaram que 14,9 milhões de pessoas que foram desligadas em 2018 optaram por retornar e interagir com a Bíblia. E 9,9 milhões de adultos “centrados na Bíblia” diminuíram seu nível de envolvimento com a Bíblia desde o ano passado.

E para mais de 41 milhões de pessoas buscam se aconselhar com a Palavra de Deus. Segundo o relatório, pessoas engajadas na Bíblia são mais generosas financeiramente do que aquelas que não estão engajadas.

“O voluntariado também aumenta com o envolvimento da Bíblia. Além das contribuições financeiras, as pessoas comprometidas com a Bíblia são mais generosas com seu tempo: 57% dos adultos centrados na Bíblia tendem a ser mais generosos com seu tempo, em comparação com apenas 2% dos amigos da Bíblia e 3% da Bíblia neutra”, informou o CBN News.

Outro dado interessante apontado pela pesquisa é que quase 60% dos americanos dizem que a mensagem da Bíblia transformou suas vidas. E que eles se sentem calmos, encorajados, esperançosos e têm um senso de direção. “Nossa pesquisa mostra que quando as pessoas se envolvem com a Palavra, suas vidas são melhoradas”, afirmou Roy Peterson, presidente e CEO da American.

Acesse a pesquisa completa “Estado da Bíblia” 2019

*Com informações de CBN News


Leia mais

Mude o Brasil com a Bíblia
Estudo revela que cristãos não conhecem a Bíblia

Aproveite as promoções especiais na Loja da Comunhão!