back to top
23.9 C
Vitória
sexta-feira, 21 junho 2024

Bangladesh: cristão sobrevive aos ataques e reencontra a família

Foto: Reprodução

O jovem sofreu agressões de muçulmanos, tentou o suicídio e, agora, se recupera ao lado dos filhos e da esposa

Por Patricia Scott 

No último dia 14 de maio, Jashim Uddin, de 25 anos, foi atacado duas vezes e expulso de casa por parentes muçulmanos na cidade de Jhenaidah, Sudoeste de Bangladesh. No entanto, ele não renunciou a fé em Jesus. Devido às agressões físicas, o jovem deixou o hospital e retornou para casa ao convívio familiar.

No dia do ataque, segundo Portas Abertas, Aklima Begum, esposa de Jashim, fugiu para a casa dos pais com os três filhos, uma menina e dois meninos, pelo medo de ser agredida. Ela e as crianças ficaram alguns dias escondidas. Quando Aklima tomou conhecimento que Jashim estava hospitalizado, foi ao hospital para cuidar do marido.

Para tentar diminuir a intensa dor que estava sentia em decorrência das agressões, Jashim tentou o suicídio ao beber veneno. Ele imaginou que se tirasse a própria vida, não terei que negar a fé em Jesus. Recém-convertido, o jovem não sabia que Deus é contrário ao suicídio. O impacto das feridas, além do envenenamento, tornou a recuperação lenta. Segundo os médicos, Jashim ficará bem, mas levará um tempo.

- Continua após a publicidade -
Bangladesh: cristão sobrevive aos ataques e reencontra a família
Parceiros locais da Portas Abertas entregaram doação de alimentos e têm discipulado a família do cristão – Foto: Portas Abertas

O recomeço
Por recomendação médica, Jashim ficará um mês em repouso para total restabelecimento. “Os ferimentos e fraturas estão melhorando e ele está se recuperando lentamente. No entanto, ainda tem dores de cabeça e tontura. Também não está falando bem por causa do ferimento na cabeça e tem dificuldade para andar”, divulga Portas Abertas. A esposa, Aklima, pede oração pelo marido.

Jashim e a família estão sendo discipulados por parceiros da Portas Abertas. O jovem lamenta a tentativa de suicídio. No entanto, o amor e o apoio recebe da família, dos cristãos e dos parceiros locais da instituição têm animado e alegrado o coração dele.

Os parceiros locais em Bangladesh ajudaram a família com alimentos para um mês. Eles também acompanham em oração a recuperação de Jashim.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Publicidade

Comunhão Digital

Publicidade

Fique por dentro

RÁDIO COMUNHÃO

VIDA E FAMÍLIA

- Publicidade -