18.6 C
Vitória
segunda-feira, 1 junho, 2020

Áustria promete esquema especial para abrir F-1 em 2020

- Continua após a publicidade -

Mais lidas

Após Crivella liberar, Justiça do Rio proíbe cultos religiosos por coronavírus

Foi determinado que a Prefeitura do Rio também terá que fiscalizar de forma efetiva o cumprimento das medidas de isolamento social.

Esperança na Síria: Plantando bondade em meio a muçulmanos

Como aulas de reforço com equipe do Centro de Esperança mudaram o comportamento de crianças atendidas em escola na vila de Al Bassa, na Síria

Quem era George Floyd, que foi morto por um policial nos EUA?

O homem negro que foi morto por um policial nos EUA, George Floyd ajudou pastores a evangelizar e discipular uma comunidade carente no Texas, marcada pela violência entre gangues

São Paulo ultrapassa os 100 mil casos de coronavírus

Estado também contabilizou 295 mortes por Covid-19 em um dia, chegando ao total de 7.275 óbitos confirmados. Número de casos em 24h foi o segundo maior desde o início da pandemia

Embora o GP da França ainda esteja marcado para ser realizado em junho, antes da etapa austríaca, é provável que a prova seja outra que sofrerá adiamento

A Áustria promete montar um esquema especial de isolamento do autódromo para ser a primeira etapa do Mundial deste ano da Fórmula 1, no início de julho. Depois de nove etapas sofrerem com adiamentos e cancelamentos por causa da pandemia do novo coronavírus, a organização da prova disputada no autódromo Red Bull Ring, em Spielberg, quer estabelecer medidas como portões fechados, ausência da imprensa e limitação de funcionários das equipes e utilização obrigatória de máscaras em mecânicos para poder receber a prova.

Embora o GP da França ainda esteja marcado para ser realizado em junho, antes da etapa austríaca, é provável que a prova seja outra que sofrerá adiamento. Por isso, a categoria conversa agora para conseguir, finalmente, abrir a temporada na Áustria, país onde a situação da pandemia tem melhorado e aos poucos o comércio e o serviços locais têm voltado a funcionar.

“Todos têm medo e por isso serão extremamente cuidadosos. Tentaremos reduzir o máximo possível o número de funcionários dos times e fornecedores. Isso aumenta as chances de sucesso”, disse o consultor da Red Bull, Helmut Marko. “Estamos trabalhando duro para que aconteça (a corrida). As chances são boas”, completou o dirigente.

O plano dos gestores do autódromo é permitir que cada equipe possa contar com no máximo 90 integrantes. Nas etapas europeias as principais escuderias chegam a levar mais de 200 funcionários para as etapas. A lista de cuidados incluiria além dos portões fechados a ausência de convidados VIPs e até veto à presença de jornalistas que fazem a cobertura das corridas. Quem trabalhasse na prova, teria ainda de usar máscaras.

Para compensar a ausência de cobertura jornalística mais ampla da prova, Marko afirma que o ideal seria que os canais de TV possam exibir no mesmo final de semana etapas da categorias suporte à Fórmula 1, como as Fórmulas 2 e 3. “Tudo isso só pode ser feito dentro dos regulamentos de segurança (da Áustria). Eles ainda estarão em vigor no momento da realização da prova”, comentou.

A temporada 2020 da Fórmula 1 teria início em 15 de março, na Austrália, mas a prova foi cancelada horas antes do primeiro treino para evitar o contágio do novo coronavírus. Outra etapa que também acabou deixando o calendário foi o GP de Mônaco. Outros sete compromissos estão por enquanto adiados e não tem data para serem realizados: Bahrein, Vietnã, China, Holanda, Espanha, Azerbaijão e Canadá.

Autódromo vira hospital

Enquanto a Fórmula 1 tem discutido mudanças no calendário e até aplicado reduções salariais para pilotos, funcionários e gestores, uma antiga pista da categoria virou hospital. Sede do GP da Índia de 2011 a 2013, o autódromo de Buddh, em Nova Délhi, abrigou nas últimas semanas uma estrutura provisória montada para acomodar até 5 mil pessoas. Cada uma permaneceria por lá 14 dias.

O governo indiano organizou o espaço para abrigar trabalhadores que deixariam a capital, Nova Délhi, e voltar ao fim da quarentena obrigatória para as suas cidades de origem. A preocupação é que o grande fluxo de pessoas possa espalhar a doença pelo interior do país. As moradias improvisadas foram montadas no complexo do autódromo, mas a pista de corrida permaneceu intacta.

- Continua após a publicidade -

Revista Digital

- Continua após a publicidade -

Fique Por Dentro

Vila Mix em Casa Gospel acontece neste sábado (30)

Grandes nomes do meio evangélico do Brasil como André Valadão e Deive Leonardo vão participar do VillaMix em Casa Gospel. Evento será transmitido pelo youtube. Saiba mais!

“Carreata da solidariedade”, Marcha para Jesus em SP

Realizada pela organização da Marcha para Jesus, a ação foi batizada de “Carreata da Solidariedade” e será realizada no dia 13 de Junho

Diante do Trono anuncia congresso online

Diante da pandemia do coronavírus, a banda anunciou o "Congresso Mulheres e Moças" online

GOD Brasil: Como anunciar o que o mundo precisa ouvir?

O God Brasil é um movimento que incentiva o evangelismo intenso no mundo inteiro em um dia

Receber notícias

Gostaria de receber notícias em primeira mão? Assine gratuitamente agora:

Plugue-se

Animações para explicar crenças bíblicas em série

Série Princípios são divididos em 12 episódios que tiram dúvidas de temas bíblicos e também exploram temas contemporâneos, como o aborto.

“Aventuras em Galápagos”: desbravando a criação

A diversidade de recursos naturais das ilhas foi cenário para a produção, que faz parte de um projeto pedagógico da Educação Adventista

Em breve, um documentário sobre a Igreja Perseguida

Série conta com 12 episódios em que cristãos perseguidos contam suas histórias e como enfrentam a perseguição

Em reflexão, Hillsong United grava vídeo com integrantes em quarentena

"Tendo colocado a letra e a melodia para combinar com qualquer humor ou ocasião, a mensagem dessa música é perfeita para todos nós agora", escreveu integrante. Confira!