24.4 C
Vitória
terça-feira, 9 agosto 2022

Sindicato questiona participação de cantoras gospel em filme

Bruna Karla e Marina Friesen. Foto: Reprodução

“Código do Armagedom” vai falar sobre o apocalipse e traz no elenco duas cantores gospel: Bruna Karla e Marine Friesen

Por Victor Rodrigues

Os evangélicos estão animados e ansiosos pela estreia do filme cristão “Código do Armagedom” que vai falar sobre o apocalipse, trazendo ainda, no elenco, duas cantores gospel: Bruna Karla e Marine Friesen.

Mas, a participação das artistas evangélicas, traz consigo um questionamento: ambas podem não ter registro profissional para atuar como atriz.

O Sindico dos Artistas e Técnicos em Espetáculos de Diversões do Estado do Rio de Janeiro (SATEDRJ) está de olho na possibilidade das duas cantoras, bem como outros integrantes do longa, estarem atuando sem devido registro.

O presidente da SATED, Hugo Gross, disse por meio das suas redes sociais que durante a gestão dele no sindicato, haverá luta para que quem não tem registro, não possa trabalhar.

Hugo Gross não se pronunciou diretamente sobre a atuação das cantoras gospel no filme, que tem previsão de estreia para o segundo semestre de 2022. No entanto, na última quinta-feira (19) ele repostou nos stories uma matéria do site EM OFF sobre o caso.

A polêmica envolvendo o anúncio de que Jade Picon receberia um papel na novela “Travessia”, de Glória Perez, na TV Globo levantou discussão. A influenciadora digital atuaria na trama mesmo sem ter o registro profissional para tal, o DRT.

Além de Bruna Karla e Marine Friesen, o elenco com Sandro Alcântara, DJ Naudão, o ex-jogador tetracampeão Jorginho e os atores Felipe Folgosi, Antonio Birman, Arnobio Oliveira e Luiz Carlos Gonsalvez.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Entre para nosso grupo do Telegram

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se