Madeline Carroll: “A Deus seja a glória”

Foto: Divulgação

Atriz, que se destacou no filme “Eu só posso imaginar”, conta que viveu provisão de Deus ao recusar cenas de nudez em Hollywood

Alguns atores de Holywood vem negando participação em filmes que tenham cenas de sexualidade, que vão contra os princípios cristãos. A atriz Madeline Carroll, que é cristã recusou participar de cenas desse tipo e conta que viu a provisão de Deus sobre a sua vida, após tomar essa decisão.

A atriz interpretou a namorada de Bart (J. Michael Finely) no filme “Eu Só Posso Imaginar”, que foi lançado no Brasil em maio do ano passado. Ela participou do 27º Prêmio Anual Movieguide, que celebra a fé e família em Hollywood e foi ao ar na última segunda (1º), no Canal Hallmark.

Madeline foi uma das premiadas da noite e relatou brevemente seu testemunho. “Logo antes do ‘Eu Só Posso Imaginar’, eu desisti de um programa de TV porque não queria fazer cenas de nudez. Pessoas literalmente chegavam para mim, dizendo: ‘Madeline, isso é tudo que existe para a sua idade, então se você não está confortável com isso, eu não sei mais o que te dizer, mas você não vai ter uma carreira”, disse a atriz.

No entanto, Madeline estava confiante que Deus tinha outros planos para ela e posteriormente ela comprovou essa verdade. Pouco tempo depois, foi convidada para gravar o filme cristão “Eu Só Posso Imaginar”, a qual teve um papel de destaque na longa metragem. “Deus é tão fiel”, concluiu ela ao refletir sobre suas muitas bênçãos e provisões. “A Deus seja a glória!”.

*Com informações de Movie Guide


Leia mais

Filme “Eu só posso imaginar” supera expectativas
Pré-estreias “Eu só posso imaginar” lotam capitais do país
Neal McDonough: “Deus e a família em primeiro lugar”

Aproveite as promoções especiais na Loja da Comunhão!