25.9 C
Vitória
sexta-feira, 17 setembro 2021

AstraZeneca e Pfizer solicitam à Índia aval para uso da vacina

O Instituto Serum já tem mais de 40 milhões de doses da vacina da AstraZeneca e pode ter mais de 100 milhões até o fim do ano

Por Dow Jones Newswires (AE)

As companhias por trás das vacinas candidatas mais promissoras contra a covid-19, a AstraZeneca e a Pfizer solicitaram à Índia uma autorização para uso emergencial a fim de começar a usar suas vacinas no país do sul da Ásia, que tem sido um dos mais atingidos pela pandemia. A Pfizer e o Instituto Serum da Índia – que tem produzido a vacina da AstraZeneca para países em desenvolvimento – fizeram o pedido, o qual permitiria que suas vacinas contornassem um longo processo de testes e aplicação, disse uma autoridade do Controlador Geral de Medicamentos da Índia.

Caso consigam o aval, esse seria um importante salto para o processo de fabricação dos imunizantes no mundo. A autorização daria às empresas a capacidade e a confiança para ampliar a produção.

O Instituto Serum já tem mais de 40 milhões de doses da vacina da AstraZeneca e pode ter mais de 100 milhões até o fim do ano, disse um porta-voz da empresa.

No caso desta vacina, reguladores da Índia podem esperar até que ela receba autorização no Reino Unido, segundo Jacob John, professor aposentado de Virologia da Faculdade Médica Cristã da cidade de Vellore, no sul do país. O Reino Unido já solicitou que seu regulador local revise a vacina da AstraZeneca.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se