23.8 C
Vitória
terça-feira, 23 abril 2024

Aston confirma Drugovich no 1º treino do GP da Itália de F1

Aston Martin confirma Felipe Drugovich no 1º treino livre do GP da Itália de F-1 - Foto: Reprodução Aston Martin
Aston Martin confirma Felipe Drugovich no 1º treino livre do GP da Itália de F-1 - Foto: Reprodução Aston Martin

O atual campeão da Fórmula 2 já havia ido para a pista no fim da temporada passada, quando esteve no primeiro treino livre do GP de Abu Dabi

A Aston Martin confirmou nesta terça-feira que o brasileiro Felipe Drugovich vai para a pista no primeiro treino livre do GP da Itália, na sexta-feira. O jovem piloto, reserva do time britânico, vai ocupar o assento do canadense Lance Stroll no tradicional Circuito de Monza.

“Será um treino muito bom, em uma pista muito boa de testar, com longas retas. Esta será a primeira corrida do ano em que todos os carros vão usar um mínimo de carga aerodinâmica. Então será muito interessante ver como os carros irão performar”, projetou Drugovich, de 23 anos.

Será a estreia do brasileiro no campeonato deste ano. Até então, ele só havia pilotado o modelo 2023 da Aston Martin nos testes da pré-temporada, em fevereiro. Na ocasião, o piloto reserva e de testes substituiu também Stroll, que havia passado por cirurgia após sofrer acidente de bicicleta.

“Esta será a segunda vez que pilotarei o AMR23 neste ano e agradeço ao time por me colocarem em Monza para este FP1”, comentou o piloto de Maringá (PR), se referindo ao primeiro treino livre do GP italiano. “Meu intuito será ajudar ao máximo a equipe a fazer os testes aerodinâmicos, como sempre. E também aprender um pouco mais e, se possível, ter algumas voltas rápidas com o pneu macio.”

- Continua após a publicidade -

O atual campeão da Fórmula 2 já havia ido para a pista no fim da temporada passada, quando esteve no primeiro treino livre do GP de Abu Dabi, nos Emirados Árabes Unidos.

Drugovich vive momento de definição de sua carreira. Ele busca uma vaga de titular na F-1 para a temporada 2024, mas não descarta seguir como reserva da Aston Martin. O piloto poderia conciliar esta função com a de piloto titular na Fórmula E, a categoria de carros elétricos da Federação Internacional de Automobilismo (FIA). Com informações Agência Estado

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Publicidade

Comunhão Digital

Publicidade

Fique por dentro

RÁDIO COMUNHÃO

VIDA E FAMÍLIA

- Publicidade -