Mesmo libertada, Asia Bibi continua no Paquistão

Foto: Reprodução

A paquistanesa foi acusada de insultar o islã durante uma discussão em Punjab e foi condenada à morte em 2010 por blasfêmia

Mesmo após ser libertada do processo de blasfêmia contra o Islã, a paquistanesa Asia Bibi não poderá deixar o país para seguir ao Canadá, onde conseguiu asilo. Muçulmanos estão revoltados pela absolvição da mulher de 54 anos.

Asia, que é cristã, diz que está temerosa por sua vida. Ela foi acusada injustamente de ter ofendido o profeta Maomé, mas foi libertada do corredor da morte.

A família da mulher já está no país canadense, mas ela ainda se encontra em uma cidade portuária no sul do Paquistão, aguardando o momento de ver as filhas. Entretanto, Asia ainda não sabe o que pode ocorrer, de acordo com a Agência AP.

Aman Ullah tem sido uma ligação entre a paquistanesa e diplomatas europeus e disse que Asia sofreu retaliações muçulmanas que a forçaram a deixar o país. “Ela não tem indicação de quando vai partir … eles não estão dizendo por que ela não pode sair”, disse.


Leia mais

Asia Bibi é libertada e sairá do Paquistão

Aproveite as promoções especiais na Loja da Comunhão!