23 C
Vitória
quinta-feira, 2 julho, 2020

Arthur Callazans e Fernanda Brum cantam “Desciende”

Mais lidas

Informais foram os mais afetados pela pandemia, revela Ipea

Por conta dos impactos causados pelo novo coronavírus, em maio, o grupo de informais recebeu em média 60% do que era esperado

Hoje é o último dia para pedir o auxílio emergencial

Prazo para novos cadastros termina nesta quinta às 23h59. Saiba mais! 

MEC define protocolo de segurança para volta às aulas

Cronograma das atividades deve ser orientado pelo governo local. Saiba mais! 

Depois de dois meses em queda, produção industrial cresce 7% em maio

Alta é a maior desde junho de 2018 (12,9%), diz IBGE. Confira!

Arthur Callazans e Fernanda Brum fazem uma apresentação emocionante da canção em espanhol. Música integra o primeiro álbum do cantor “Atmosphere”

Arthur Callazans e Fernanda Brum cantam “Desciende”. Canção integra o primeiro álbum do cantor em espanhol, “Atmosphere”. Novo EP visa desafiar as pessoas a criar um ambiente que as ajude a adorar e confiar no Deus do impossível. O novo álbum já está disponível em todas as plataformas digitais.

A idéia de fazer este álbum nasceu quando Deus trouxe Arthur do Brasil para os Estados Unidos. “Em um serviço, um profeta me disse que Deus havia me levado a me usar como uma ponte entre dois mundos. A partir desse processo, começou o desejo de gravar junto com cantores do Brasil e da América Latina”, contou o cantor.

Além disso, ele relata que Deus ficou claro um dia quando ele estava ministrando em sua igreja. “Você vai gravar essas músicas e essa mesma atmosfera em um disco, e quando as pessoas ouvirem, sentirão o que você criou aqui, agora.”

“Atmosphere”

Para os callazanos, este projeto fala de esperança, fé, milagres e amor a Deus, e acredita firmemente que atualmente não há nada melhor do que criar esse ambiente, que além de mudar a situação que nos cerca, pode nos ajudar a mudar nosso coração.

“Podemos conseguir isso através dos tempos de oração. Uma busca real e constante por Deus faz você criar esses ambientes”.

O projeto musical é composto por 5 faixas. E conta com a participação de vozes influentes no Brasil, que mudaram e marcaram gerações, como Aline Barros, Ingrid Rosario, André e Felipe e Fernanda Brum, com quem ele interpreta o single “Descende”.

Expectativas

O desejo de Arthur é que cada uma dessas músicas possa influenciar e motivar as pessoas a celebrar a liberdade, os milagres e uma nova estação, lembrando o que Deus é e determinou para seus filhos. Além de podermos clamar para que Seu reino, glória e presença permaneçam em nossas vidas.

- Continua após a publicidade -

Comunhão Digital

- Continua após a publicidade -

Fique Por Dentro

Artistas cristãos na ação social “Eu Soul VC”

Entre os artistas cristãos confirmados estão Casa Worship, Renascer Praise, André e Felipe, Rebeca Carvalho e Leandro Borges

The send Argentina é adiado para 2021

Em comunicado, os organizadores do The Send disseram que a data exata será definida assim que o governo tiver o poder de reativar eventos maciços

Em agosto, 16º Fórum de Ciências Bíblicas

Com o tema “A Bíblia para as novas gerações”, evento será realizado nos dias 13 e 14 de agosto, no Centro de Eventos de...

Expoevangélica 2020 é adiada para dezembro

Neste ano, a Expoevangélica celebra 15 anos e pretende realizar uma grande festa em Fortaleza (CE).

Plugue-se

Kemuel e o fenômeno da música “Algo Novo”

Com quase cinco milhões de vies no Youtube, "Algo Novo", tem impactado a vida de muita gente e diversos testemunhos de cura 

“Quando o sol se põe” estreia dia 22, na Netflix

Filme é uma boa opção para todas as pessoas, independente da religião. Entre os atores de “Quando o Sol se Põe” estão a cantora Priscilla Alcantara, Lu Alone, Filipe Lancaster e Lito Atalaia

Denzel Washington e seu encontro sobrenatural com o Espírito Santo

O ator é bem conhecido por interpretar o papel de Malcolm X - um filme biográfico relacionado às atuais tensões raciais nos Estados Unidos e o Livro de Eli

Petição pede cancelamento de filme que descreve Jesus como lésbica

A petição, que já conta com mais de 137 mil assinaturas, é da Comissão Cristã de Cinema e Televisão internacional