back to top
25.9 C
Vitória
quinta-feira, 20 junho 2024

Aprenda a orar!

Foto: Unsplash/Samuel Martins

É essencial o cristão reconhecer e praticar diferentes tipos de oração, conforme impulsiona o apóstolo Paulo em Efésios 6.18

Por Patricia Scott 

A oração é um dos pilares da fé cristã. É a comunhão do homem com Deus. As Sagradas Escrituras revelam que Jesus possuía o hábito de orar. “E aconteceu que, naqueles dias, subiu ao monte a orar e passou a noite em oração a Deus”, Lucas 6.12.

Segundo o pastor Luciano Subirá, líder da Comunidade Alcance, em Curitiba (PR), a oração não é apenas um ritual ou uma formalidade. “É o coração pulsante da vida cristã. Através dela, fortalecemos nossa relação com Deus, cultivamos a humildade e somos transformados”.

O líder religioso explica que aprender a orar ocorre a partir de dois métodos: o conhecimento dos princípios bíblicos sobre a oração e a prática constante. O “Pai-Nosso”, ensinado por Jesus como um modelo de oração, diz Subirá, encapsula elementos cruciais que devem estar na prática diária de oração, que não é um conjunto de palavras a serem repetidas. “Mas um esboço para guiar nossas próprias palavras e pensamentos em direção a Deus”.

- Continua após a publicidade -

Tipos de oração

De acordo com o pastor Luciano, autor do livro “Devocional Diário”, é essencial o cristão reconhecer e praticar diferentes tipos de oração. Isto porque o apóstolo Paulo, em Efésios 6.18, incentiva a utilização de “toda sorte de orações e súplicas”, além de manter uma atitude de vigilância e persistência.

1. Adoração e Louvor: “Foco na grandeza de Deus, agradecendo-o por Suas obras (ações de graça) e exaltando Seu caráter (adoração)”.

2. Petições e Consagrações: “Apresentação das necessidades pessoais a Deus (petição), ao mesmo tempo em que nos submetemos à Sua vontade (consagração)”.

3. Intercessão: “Orar pelos outros, lembrando das necessidades do próximo como se fossem nossas”.

4. Batalha Espiritual: “A oração é também uma arma na batalha espiritual, onde enfrentamos as forças das trevas e afirmamos a soberania de Deus”.

Oração eficaz

O pastor Luciano Subirá destaca ainda que a eficácia da oração está fundamentada em princípios bíblicos essenciais: orar em nome de Jesus (João 16.23-24), orar com fé (Marcos 11.24; Tiago 1.5-8) e orar a Palavra (1 João 5.14,15”

Desse modo, prega o pastor, ocorre o alinhamento dos pedidos com a vontade de Deus. Por fim, ele alerta que certos obstáculos podem impedir a eficácia da oração: pecado não confessado, falta de perdão e desavenças conjugais.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Publicidade

Comunhão Digital

Publicidade

Fique por dentro

RÁDIO COMUNHÃO

VIDA E FAMÍLIA

- Publicidade -