Afinal, qual era a aparência do Mestre?

Pergunta enviada pelo leitor Luiz Carlos Pereira

Isaías 53:2 diz que Jesus não tinha parecer nem formosura. “Olhando nós para Ele não havia boa aparência para que O desejássemos”.

Nos evangelhos vemos o Mestre atraindo pessoas por Sua autoridade espiritual e Seu caráter. Ele foi o Messias prometido que veio ao mundo com autoridade de Deus. Por isso, ficamos preocupados quando nos deparamos com letras de música que apelam para a “estética da aparência”.

Entendemos a linguagem simbólica das canções e a poesia, que tem por natureza o uso de metáforas. Ao cantar “Lindo, lindo, és” referindo-me a uma aparência para citar a beleza de Jesus, estou incorrendo em um erro grave. Não é muito razoável usar essa expressão para dizer o quão belo Cristo é internamente, pois não posso dividir a beleza interior da exterior nesse caso.

Ele é integro. Seus atributos, como bondade, soberania, amor e santidade, é o que O definem como pessoa. Precisamos nos precaver de qualquer outro tipo de análise acerca de Mestre que fuja da avaliação da Sua vida, Seu caráter e Sua essência, da Sua natureza e divindade. 

Aproveite as promoções especiais na Loja da Comunhão!