15.9 C
Vitória
quarta-feira, 27 maio, 2020

“Nada mais legítimo que um evangélico no Supremo”

- Continua após a publicidade -

Mais lidas

Toffoli tem resultado negativo em novo exame para coronavírus

Toffoli fará novos exames para descartar 1 falso negativo. Ele foi internado no sábado (23) para realizar uma cirurgia de drenagem de abscesso

Empresários de mais de 100 festivais de música do país assinam manifesto

Grupo se mobiliza para abrir rodas de discussões em busca de saídas e acompanhar a tramitação da Lei de Emergência Cultural no Congresso

Entenda as diferenças entre a caminhada e a corrida

Quem está fora de forma deve iniciar pela caminhada, mas não precisa obrigatoriamente seguir para a corrida com o passar do tempo.

Ministério da Saúde orienta construção de hospitais de campanha em último caso

O Ministério da Saúde divulgou as regras de financiamento para a construção de novos hospitais de campanha para o tratamento de pacientes com o novo coronavírus.

A declaração é do ministro da Advocacia Geral da União (AGU), André Mendonça. Para ele, a expressão “terrivelmente evangélico” de Bolsonaro é uma defesa da representatividade social na Corte Suprema

O ministro da Advocacia Geral da União, André Luiz de Almeida Mendonça, defendeu a presença de um ministro evangélico no Supremo Tribunal Federal.

Em uma entrevista ao Poder em Foco, no último domingo (5), ele falou da representatividade da escolha que o presidente Bolsonaro terá que fazer para o cargo, que vai ficar vago com a aposentdoria do ministro Celso de Mello, em novembro de 2020.

“Tenho dito que, assim como chegou o tempo de termos mulheres, assim como anseio que tenhamos um deficiente físico também no Supremo Tribunal Federal, certamente haverá um momento de chegar um evangélico. Como nós temos representatividade na sociedade, nada mais legítimo que também um evangélico ocupe uma das cadeiras do Supremo Tribunal Federal”, disse.

A outra vaga que será aberta no STF é de Marco Aurélio, em julho de 2021.Mendonça é cotado para ser indicado ministro do Tribunal pelo presidente. Para o advogado-geral da União, a expressão “terrivelmente evangélico” de Bolsonaro é uma defesa de representatividade de todos os segmentos da população na Corte.

“O presidente faz uma referência aos evangélicos, certamente na questão da representatividade social”, explicou. Mesmo indicado pelo presidente, o novo integrante terá que ser avaliado pelo Senado Federal.

Bom senso

Para Mendonça, Bolsonaro terá de definir um nome que “tenha bom senso”, Independentemente de ser evangélico. “O grande desafio é que, quem quer que seja o ocupante da carreira, seja uma pessoa que tenha bom senso, conhecimento jurídico, que saiba ler a sociedade e interpretá-la à luz da Constituição”, declara.

IGREJA X ESTADO

Pastor na Igreja Presbiteriana do Brasil, em Brasília, André Mendonça disse que hoje não tem atuado de modo tão ativo. “A rotina já foi mais intensa na igreja. Há pelo menos 10 anos eu tenho uma atividade muito intensa com as crianças, tenho filhos, e eles eram ainda pequenos”.

Mendonça também disse que a separação entre Igreja e Estado tem funcionado no Brasil. Afirmou que não coloca sua fé à frente das decisões que eventualmente sejam tomadas em sua gestão.

“Ao mesmo tempo que, como cidadão, tenho legitimidade, liberdade de ter a minha fé, eu tenho que respeitar a fé do outro. E no âmbito público, das instituições públicas, ser imparcial na análise de qualquer questão”, afirmou.

Preservação símbolos religiosos

Mendonça defende que a presença de símbolos religiosos em prédios públicos, como um crucifixo no plenário do STF se deve ao fato de os objetos fazerem parte da origem histórica e cultural do Brasil. E que eles devem, “sem dúvida nenhuma, serem preservados”.

O ministro também se posiciona a favor da isenção de pagamento de impostos concedida a igrejas. Para ele, as instituições religiosas exercem “um papel subsidiário em relação às políticas públicas” e “suprem lacunas” da sociedade.

Veja a entrevista


leia mais

Davi Lago fala sobre a voz dos cristãos na política

- Continua após a publicidade -

Revista Digital

- Continua após a publicidade -

Fique Por Dentro

Diante do Trono anuncia congresso online

Diante da pandemia do coronavírus, a banda anunciou o "Congresso Mulheres e Moças" online

GOD Brasil: Como anunciar o que o mundo precisa ouvir?

O God Brasil é um movimento que incentiva o evangelismo intenso no mundo inteiro em um dia

Fé e ciência em tempos de pandemia

Cientistas cristãos respondem questões de fé e ciência em tempos de pandemia. Uma mini Conferência online será realizada entre os dias 26 a 28 de maio sobre o assunto

Festival “VillaMix Em Casa Gospel”

O festival “VillaMix Em Casa Gospel” será dia 30 de maio, com transmissões no YouTube e Facebook. Ana Paula Valadão estão entre as atrações

Receber notícias

Gostaria de receber notícias em primeira mão? Assine gratuitamente agora:

Plugue-se

Em breve, primeiro single de Kemuel Worship Filhos: Lado B

“Algo Novo”, com participação especial de Lukas Agustinho, é o primeiro single do novo projeto de Kemuel 

Daniel Júnior canta “Deus cuida de mim”

Gerado em momento de dor, novo single de Daniel Junior está disponível nas plataformas de streaming, Ouça a canção!

Após saída do Ministério Zoe, Thamires Garcia em nova fase

Thamires Garcia anunciou sua saída do Ministério Zoe em janeiro para seguir carreira solo

Nasce uma estrela na música gospel: Gisa Garcia

Convertida à Cristo desde os 8, Gisa Garcia sempre ansiou em trocar o backvocal do funk pelo microfone principal, porém cantando louvores. E agora prepara seu primeiro EP na música gospel